São Paulo contrata empresa para tentar liberação do Morumbi

Crédito: Divulgação / MorumbiTour

Tentando de qualquer maneira a liberação do Morumbi, o São Paulo foi atrás de uma empresa especializada em engenharia civil e espera ter uma definição sobre as reais condições de receber jogos em sua casa daqui pra frente.

LEIA MAIS:

ATUAL CAMPEÃO COM O CHILE, MENA É CONVOCADO PARA A COPA AMÉRICA CENTENÁRIO

5 LIÇÕES QUE O SÃO PAULO TIROU DA VITÓRIA CONTRA O BOTAFOGO

LIBERTADORES: PACOTE PARA VER O SÃO PAULO ESGOTA EM TRÊS DIAS

TORCEDORA PRESENCIA ACIDENTE NO MORUMBI: “NÃO TINHA CLIMA PARA TORCER”

Para isso o Tricolor entrou em acordo com a Falcão Bauer, que fará toda a analise técnica do estádio. O resultado dos laudos da empresa deverão sair, no máximo, até sexta-feira. Dependendo do resultado, o São Paulo trabalha com a hipótese de interditar parte do anel inferior, onde 16 pessoas caíram de um camarote após o meia Michel Bastos marcar o gol que deu a vitória são-paulina diante do Atlético-MG, pela Libertadores, na última quarta-feira.

Diante do ocorrido, a Polícia Militar havia interditado todo o estádio. Dois dias depois, o liberaram, mas a Defesa Civil interveio e manteve a ação, impossibilitando o seu uso.

O São Paulo tem até 72h antes da realização da partida para informar a CBF sobre o local onde jogará contra o Internacional pela segunda do Brasileirão.