Sorte? Substituto de Wallace usa número de Petkovic no último título brasileiro do Flamengo

Montagem: Divulgação

Com a surpreendente saída de Wallace na semana passada, o Flamengo teve que recorrer à base para reforçar seu elenco carente de zagueiros. O jovem Léo Duarte, um dos destaques rubro-negros na conquista da Copinha em janeiro, foi escalado como titular ao lado do experiente Juan. Aos 19 anos, o beque teve personalidade e construiu uma atuação segura digna de elogios pelo técnico Muricy Ramalho.

LEIA TAMBÉM:
FOTOS: conheça as mais belas mulheres dos protagonistas do Campeonato Brasileiro 2016
No Flamengo, Muricy define substituto de Guerrero durante a Copa América
Mercado da bola 2016: Cleber no Flamengo? Veja o que sabemos sobre o caso

Diretor do Flamengo revela vontade do clube em ter o retorno de Hernane Brocador

Uma curiosidade, captada pelas lentes do fotógrafo oficial do clube, Gilvan de Souza, é que Léo usa a camisa 43 no profissional. O número é simbólico, pois era exatamente o mesmo que Petkovic usava em 2009, quando o Flamengo se sagrou hexacampeão brasileiro.

O número 43 foi escolhido pelo meia para simbolizar o minuto no qual marcou, de falta, o gol histórico na final do Carioca de 2001 contra o Vasco, no Maracanã. Até hoje o lance é lembrado e lembrado pela nação rubro-negra.

Léo Duarte usa número simbólico de Petkovic na conquista do Brasileirão 2009. Foto: Gilvan de Souza
Léo Duarte usa número simbólico de Petkovic na conquista do Brasileirão 2009. Foto: Gilvan de Souza

Léo Duarte será utilizado frequentemente utilizado no decorrer da temporada, assim como Rafael Dumas, porém Muricy não queimar etapas. Por isso, zagueiros serão contratados para dar mais opções ao treinador e também de dividir a responsabilidade com os mais novos.



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.