Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

UFC já realizou três eventos em estádios. Relembre como foram!

O Ultimate Fighting Championship (UFC) realizará neste sábado (14) seu quarto evento em um estádio, o primeiro em terras brasileiras, com a Arena da Baixada sendo o palco da luta entre Fabrício Werdum e Stipe Miocic pelo título dos pesos pesados da organização. Para aquecer o fã das artes marciais mistas, Torcedores.com vai relembrar as três outras vezes que o Ultimate saiu das arenas e cassinos para mostrar sua força em grandes palcos desportivos.

Victor Martins
Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.Antes trabalhei para a GG12 (empresa de prestação de serviços de conteúdo para sites)

LEIA MAIS

BELLATOR: WANDERLEI SILVA SOFRE ACIDENTE DE BICICLETA E PODE PASSAR POR CIRURGIA NO OMBRO

CRIS CYBORG: “SE PRECISAR, CORTO ATÉ O CABELO PARA PERDER PESO”

UFC 129 (Rogers Centre, Toronto-CAN, 30 de abril de 2011)

A casa do Toronto Blue Jays na Major League Baseball (MLB) sediou o primeiro evento do UFC em um estádio, em abril de 2011. Cerca de 55.724 pessoas (recorde em público in loco de um evento do Ultimate até o UFC 193) assistiram ao principal ídolo canadense do MMA, Georges St-Pierre, vencer Jake Shields na decisão dos jurados e manter o cinturão dos meio-médios em sua posse.

O Brasil teve presença de gala no evento, com José Aldo e Lyoto Machida saindo de Toronto com vitórias. Machida aplicou um nocautaço em cima da lenda Randy Couture e José Aldo manteve o cinturão dos penas ao vencer Mark Hominick.

Reveja o nocaute de Lyoto Machida em Randy Couture no UFC 129

UFC on Fox 14: Gustafsson vs. Johansson (Tele2Arena, Estocolmo-SUÉ, 24 de janeiro de 2015)

A Tele2Arena, casa de Djurgården e Hammarby no futebol sueco, recebeu o segundo evento do UFC em estádio de futebol. A estrela do evento era Alexandre Gustafsson, que tentava solidificar a chance de tentar uma revanche contra Jon Jones na luta pelo cinturão dos meio-pesados da entidade.

Só que havia alguém para estragar a festa da torcida sueca. E esse alguém era Anthony ‘Rumble’ Johnson. O norte-americano chocou os presentes ao estádio ao derrotar por nocaute técnico ‘The Mauler’ ainda no primeiro assalto e se tornar o novo rival de Jones pelo cinturão (luta que acabaria não acontecendo devido à cassação do título dos meio-pesados devido ao acidente de carro que envolveu o então campeão dos meio-pesados). ‘Rumble’ lutaria, sim, pelo cinturão, mas acabou derrotado por Daniel Cormier no UFC 187.

Relembre a luta entre Alexander Gustafsson e Anthony Johnson em Estocolmo

https://youtu.be/qvyYXLNZm7U

UFC 193 (Etihad Stadium, Melbourne-AUS, 15 de novembro de 2015)

O mais recente dos eventos em estádio da organização é, com certeza, o mais marcante de todos. Não só pelo fato de ter ultrapassado o recorde de público in loco para assistir um card do Ultimate (56,214) ou por ter duas lutas femininas como as principais do evento. Mas pelo que aconteceria na luta principal, envolvendo a então campeã feminina do peso-galo Ronda Rousey, contra a desafiante Holly Holm.

No co-evento principal, Joanna Jedrzejczyk fez uma luta dura contra Valerie Letourneau e que foi até o final, mas na decisão dos jurados, garantiu a manutenção de seu título dos peso-palha feminino. A luta principal, que envolveu Rousey e Holm, a desafiante não se intimidou com o fato de lutar com a campeã e partiu para cima, inclusive defendendo bem uma tentativa da famosa chave de braço de ‘Rowdy’.

A luta seria decidida no segundo assalto, com Ronda tentando se aproximar e Holm continuando a atacar a campeã. Uma combinação de socos e chute alto acabaram por derrubar ‘Rowdy’ e encerrar seu reino como campeã dos galos e sua aura de invicta no MMA. Holly Holm sairia da Austrália como campeã, mas na primeira defesa, no UFC 196, acabou perdendo o cinturão para Miesha Tate.

Assista a luta que acabou com o reinado de Ronda Rousey no UFC

https://youtu.be/M81UHNw0ys4

Se o UFC 198 irá entrar também para a história, isto apenas o tempo dirá. E os lutadores que farão parte do evento também.

(Crédito da foto: Divulgação/Facebook Oficial Holly Holm)