Vídeo de animação tira sarro do Brasil e alerta estrangeiros sobre as Olimpíadas

Reprodução/Youtube

A realização dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro não agrada ao redor do mundo. Muitos brasileiros e estrangeiros se dizem contrários a sede escolhida para os Jogos de 2016. O canal do Youtube Tomo News produziu um vídeo sobre o assunto que está causando polêmica na página em que foi divulgado.

LEIA MAIS:

VEJA COMO FICOU O ESTÁDIO NILTON SANTOS APÓS AS OBRAS PARA AS OLIMPÍADAS

DEPUTADO CARIOCA É O NOVO MINISTRO DOS ESPORTES

Com a descrição “Brasil deve cancelar os Jogos porque ninguém quer morrer assistindo”, o canal faz diversas críticas a cidade maravilhosa e induz os torcedores a não comparecerem aos Jogos Olímpicos alertando para a violência e demais problemas da cidade.

No vídeo, aparece uma galinha roubando a tocha olímpica, mulheres de bikini todo o tempo, assaltantes que atiram em três homens no momento do pódio, a foto da garota Ana Beatriz Frade de 17 anos que morreu ao visitar a mãe no Rio de Janeiro alertando que turistas não venham para as Olimpíadas, a queda da ciclovia Tim Maia recém inaugurada, banhistas passando mal com o lixo das águas cariocas e o mosquito Aedes aegypti que transmite as doenças da Dengue, Zika vírus e Chikungunya. Até o Cristo Redentor, principal cartão postal da cidade chora, possivelmente de vergonha.

Os comentários da nova animação têm apoio de quem é contra a realização dos jogos no Brasil, mas também causou muita revolta nos brasileiros que rebatem dizendo que não há terremotos, furacões e outros problemas naturais no país.

O prefeito da cidade Eduardo Paes, disse que a ciclovia será reaberta antes do início das competições olímpicas e a segurança será reforçada com 85 mil profissionais pela cidade para combater a violência. Quanto ao mosquito transmissor de doenças, a Secretaria de Saúde afirma que no período dos Jogos Olímpicos a propagação do vírus é bem menor por ser inverno no Brasil.