“É um jogador de liderança e bom em penalidades”, diz Micale sobre Prass na Seleção Olímpica

Palmeiras
Crédito da foto: Divulgação/César Greco/Ag. Palmeiras

O bom trabalho de Fernando Prass a frente do Palmeiras foi premiada com uma oportunidade na Seleção Olímpica. O goleiro que é símbolo de maturidade, liderança e empenho do time de Cuca, agora, tem a missão de passar experiência aos jovens convocados de Rogério Micale para defender o Brasil nas Olímpicas. A convocação para defender ao Brasil vai de encontro com um diferencial do arqueiro: “pegador de pênaltis”.

Leia mais:
PARA MATAR AS SAUDADES! VEJA 20 GOLS INCRÍVEIS DE IBRAHIMOVIC NO PARIS SAINT-GERMAIN
SAN SIRO OU GIUSEPPE MEAZZA? DESCUBRA POR QUE MILAN E INTER UTILIZAM O MESMO ESTÁDIO

Na coletiva de anuncio dos convocados, Micale destacou a importância do perfil de liderança e bom momento de Fernando Prass com a camisa do Palmeiras.

— Ele tem o perfil de liderança. Peguei muitas informações sobre o que ele representa ao clube. É um jogador de liderança. Vem se destacando no seu clube e demonstrou ser bom em penalidades. É um torneio que pode acontecer essas coisas.

O técnico responsável pela Seleção Olímpica vê no goleiro do Palmeiras um atleta que veste a camisa com “amor”.

— Agora é o perfil técnico e de liderança. Quer ganhar sempre. É isso que queremos hoje para a nossa seleção: que tenha técnica e saiba da importância de vestir a camisa da seleção brasileira. Ter amor por isso.

Fernando Prass se apresenta a Seleção Olímpica no dia 17 de julho, em Teresópolis, no Rio de Janeiro, para iniciar a preparação. Vai para Goiânia no dia 27 para o amistoso contra o Japão no dia 30. Dia 31 vai para Brasília.

 



Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.