Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Mesmo com título estadual, América-MG decide demitir Givanildo Oliveira

Acesso à série A em 2015 e título estadual em 2016. Mesmo com sucesso no comando do América-MG, Givanildo foi demitido pela direção do clube. O início fraco da equipe no Campeonato Brasileiro em 2016 foi determinante para a decisão da diretoria do Coelho.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Foto: América-MG

LEIA MAIS:
SAIBA QUEM SÃO OS CLUBES QUE MAIS DEVEM NO BRASIL

Após a derrota para a Ponte Preta nesta quinta-feira (2), o presidente do clube, Alencar da Silveira Júnior, afirmou que “Giva” continuaria no América-MG. “O Givanildo Oliveira continua. O problema não é treinador, e sim jogadores. Nós estamos conversando para reforçar o elenco, pois precisamos muito para a sequência do Campeonato Brasileiro. Encontramos dificuldades para isso. Se o Givanildo tiver que sair um dia, ele é quem vai decidir. Até aqui, tem o apoio da presidência e dos jogadores”, disse ao portal Superesportes.

Apesar da fala do presidente na noite desta quinta-feira, o clube agiu de modo diferente na manhã de sexta-feira (3) e decidiu por demitir o treinador. Givanildo, como todos os outros técnicos do futebol brasileiro, tem dificuldades para escalar o América-MG por conta de lesões. O clube tem 6 jogadores no Departamento Médico e que não devem voltar de imediato.

Desde que chegou ao Coelho para a sua quarta passagem pelo clube em setembro de 2014, o treinador comandou a equipe em 89 partidas, com 43 vitórias, 26 empates e 20 derrotas. Em 2016, a equipe não perdeu nenhum clássico. Contra o Cruzeiro foram 2 empates e uma vitória. Já contra o Atlético, foram 3 empates e 1 vitória do Coelho.