Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Saiba onde estão os campeões do penta com a Seleção Brasileira em 2002

Hoje faz 14 anos que a Seleção Brasileira conquistou seu quinto título da Copa do Mundo, o Penta. Em 2002, nós, torcedores brasileiros, vimos 23 jogadores fazer história no futebol. Saiba onde estão os membros da “família Scolari” atualmente:

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Foto: Divulgação/ Site Oficial da CBF

LEIA MAIS

APÓS CONVOCAÇÃO DE PRASS E GABRIEL JESUS, PALMEIRAS CHEGA A 17 JOGADORES CONVOCADOS PARA OLIMPÍADAS

  1. Marcos (Palmeiras): Na época goleiro do Palmeiras, São Marcos, um dos maiores ídolos da história do clube e um dos heróis da Libertadores de 99, deixou os gramados em 2011 sem nunca ter abandonado o clube alviverde. Foi o terceiro melhor goleiro da competição.
  2. Cafu (Roma-ITA): Capitão do Penta, jogador com maior número de partidas pela seleção Brasileira, Cafu anunciou sua retirada dos gramados em 2010, mas desde 2007 não jogava mais, quando saiu do Milan, seu último clube. Até recebeu propostas de outras equipes brasileiras, mas preferiu rejeita-las.
  3. Lúcio (Bayer Leverkusen-ALE): Depois de abandonar o futebol alemão, jogou no futebol italiano até voltar para o Brasil. Após passagem por São Paulo e Palmeiras o zagueiro joga agora no FC Goa, da Índia.
  4. Roque Júnior (Milan-ITA): Seus últimos clubes no Brasil foram o Palmeiras e o Ituano, onde se aposentou em 2010.
  5. Edmilson (Lyon-FRA): Jogou até 2011, quando se aposentou atuando pelo Ceará. Na época, o clube foi rebaixado para a Série B do Brasileirão. Na Copa do Mundo de 2002, seu gol contra a Costa Rica foi eleito o 2º mais bonito da competição.
  6. Roberto Carlos (Real Madrid-ESP): Dono de faltas potentes, como esquecer de Roberto Carlos, anunciou sua aposentadoria em 2012, depois de ter jogado pelo Anzhi da Rússia. Ainda voltou a jogar ano passado pelo Delhi Dynamos, clube da Índia, onde é treinador.
  7. Ricardinho (Corinthians): Aposentou dos gramados em 2011 atuando pelo Bahia. Atualmente é treinador e está sem clube, sua última equipe foi a Portuguesa onde abandou o cargo no fim de março.
  8. Gilberto Silva (Atlético Mineiro): Anunciou sua aposentadoria ano passado, mas antes disso só tinha jogado em 2013, quando foi campeão da Libertadores pelo Atlético Mineiro.
  9. Ronaldo (Internazionale-ITA): Artilheiro da edição, 3 vezes melhor jogador do mundo pela FIFA. Ronaldo fora um ícone na seleção brasileira. Seja pelos gols, seja pelos lances de genialidade. O jogador se aposentou em 2011 jogando pelo Corinthians por problemas físicos. Atualmente é empresário, dono da 9ine que cuida da carreira de atletas e celebridades e é presidente do Fort Lauderdale Strikers- EUA.
  10. Rivaldo (Barcelona-ESP): Camisa 10 e um dos principais líderes de Felipão dentro do elenco da Seleção Brasileira, Rivaldo anunciou sua aposentadoria no ano passado com 43 anos de idade. Já tinha aposentado outras vezes, mas nesta, foi definitivo. O jogador também exercia a função de presidente, mas havia renunciado.
  11. Ronaldinho Gaúcho (PSG-FRA): Ronaldinho Gaúcho era um dos maestros da equipe, mesmo sem usar a 10 já esbanjava lances de magia e genialidade com a amarelinha. Atualmente está sem clube, mas ainda não anunciou sua aposentadoria, sendo que sempre aparece em alguns clubes para jogar apenas uma partida. Seu último clube oficial foi o Fluminense, pouco tempo antes tinha conquistado a Libertadores em 2013 pelo Atlético-MG.
  12. Dida (Milan-ITA): Primeiro reserva de Marcos, Dida não teve oportunidades na Copa de 2002, mas em 2006 assumiu a camisa 1 da seleção. Ainda não anunciou sua aposentadoria, mas está no elenco do Internacional desempenhando funções dentro do clube.
  13. Belletti (São Paulo): Lateral reserva da seleção, hoje o ex-jogador é comentarista do canal Sportv. Anunciou sua aposentadoria em 2011 após ir para o Ceará e não conseguir jogar devido a problemas físicos.
  14. Anderson Polga (Grêmio): O zagueiro se aposentou em 2012, quando atuava pelo Corinthians. Tinha a opção de voltar a jogar pelo Grêmio, mas optou pela aposentadoria.
  15. Kleberson (Atlético-PR): Na época era tido como uma das principais revelações do futebol brasileiro. Passou por clubes europeus até voltar para o Brasil. Desde 2013 joga no futebol americano, onde atua no Fort Lauderdale Strikers, clube de Ronaldo.
  16. Júnior (Parma-ITA): O lateral-esquerdo Júnior se aposentou em 2010, atuando pelo Goiás. Quando aposentou, tinha 38 anos.
  17. Denílson (Real Bétis-ESP): Muito lembrando por ter bagunçado a devesa turca em um lance de ousadia na semifinal da Copa, o jogador se aposentou dos gramados jogando pelo Kavala, time grego. Atualmente é comentarista da Band.
  18. Vampeta (Corinthians): O “Velho Vamp” se aposentou em 2008, quando atuava pelo Juventus-SP. Atualmente é presidente do Audax, clube sensação do campeonato paulista de 2016.
  19. Juninho Paulista (Flamengo): Titular em alguns jogos da Seleção, o meia se aposentou dos gramados em 2010, aos 37 anos, atuando e comando (como presidente) o Ituano. Ainda é presidente do Ituano e na última Copa América foi um dos auxiliares de Dunga.
  20. Edílson (Cruzeiro): Edilson “Capetinha” se aposentou oficialmente dos gramados em 2010 atuando pelo Bahia, mas no fim do ano passado anunciou sua volta ao futebol jogando na 4ª divisão do Paulista pelo Taboão da Serra.
  21. Luizão (Grêmio): Aposentou em 2009 após rápida passagem pelo Guaratinguetá.
  22. Rogério Ceni (São Paulo): O mito do gol do São Paulo, maior goleiro artilheiro do mundo, não teve oportunidades na Copa de 2002, mas mesmo assim escreveu uma bela história no futebol brasileiro. Se aposentou ano passado, depois de ter jogado toda a carreira no tricolor paulista.
  23. Kaká (São Paulo): Kaká sempre foi considerado um dos maiores ícones da última geração da seleção brasileira. Se não conquistou a Copa em 2006, teve a oportunidade de ser campeão em 2002. Atualmente joga no Orlando City-EUA e caminha para o ramo empresarial.

Treinador: Felipão: Comanda o Guangzhou Evergrande, no campeonato Chinês.