Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

7 astros do futebol que não estarão nos Jogos Rio 2016

O futebol masculino nos Jogos Olímpicos Rio 2016 não terá seu brilho por completo. Isto porque boa parte das seleções estarão desfalcadas, destacando a forte geração de Portugal, uma vez que os grandes clubes portugueses não liberaram seus atletas.

Bruno Barbato
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Getty Images

Mas falando de “astros” do cenário atual, temos boas opções que não estarão presentes no torneio, e poderiam render ótimos espetáculos para o público.

O Torcedores.com listou os 7, que são grandes nomes do futebol atual e que por opção não estarão presentes nas Olimpíadas:

Lionel Messi

Melhor do mundo por 5 temporadas, Messi focou na disputa da Copa América Centenário, mas após a derrota para o Chile na final, anunciou sua aposentadoria da seleção.

Cristiano Ronaldo

Melhor do mundo em 3 temporadas, Cristiano teve como objetivo a disputa da Eurocopa 2016, e ajudou Portugal na conquista inédita, e não ia disputar os Jogos antes mesmo de sua lesão na grande final contra a França.

Zlatan Ibrahimovic

O sueco recém-contratado pelo Manchester United, anunciou sua aposentadoria da seleção com a Eurocopa em andamento, e é mais um grande desfalque dos Jogos. Ele que até chegou a ser inserido na pré-lista da Suécia.

James Rodriguez

Outro que priorizou a disputa da Copa América, James levou a Colômbia até as semifinais e agora curte férias, como a maioria dos atletas que participaram das competições internacionais.

Javier Hernández

Chicharito viveu mesma situação de James e Messi em relação à Copa América, mas não colaborou muito com a seleção mexicana, que acabou eliminada em um jogo atípico contra o Chile, na derrota por 7 a 0.

Thomas Müller

Astro e artilheiro da seleção alemã, Müller é mais um que não estará nos Jogos. Participou da Euro pela atual campeã mundial mas parou na semi, contra a França.

Riyad Mahrez

Grande nome do futebol argelino, Mahrez está fora da seleção que disputará os Jogos, após uma campanha fantástica pelo Leicester, que terminou a temporada como campeão inglês, e o argelino como melhor jogador da Premier League.