7 esportes “obscuros” que podem te surpreender no Rio 2016

Os Jogos Olímpicos do Rio-2016 terão a disputa de 42 modalidades em seu programa. Muitos dos esportes são conhecidos da maioria dos fãs do maior evento multidesportivo do mundo e são acompanhados com afinco. Mas há outros esportes que ficam obscurecidos durante o período dos Jogos e que não devem ser deixados de lado de jeito nenhum pelo torcedor. Por isso, criamos uma lista com sete modalidades ‘alternativas’ que, como diria o outro, o ‘fã de esporte’ não pode perder.

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/Site Oficial do Rio-2016

LEIA MAIS:
Rio 2016: saiba quem serão os comentaristas do Fox Sports
Barra do Piraí, Piraí e Vassouras recebem a Tocha Olímpica; Saiba o trajeto

NADO SINCRONIZADO

Quase todos os esportes aquáticos vivem na sombra da natação, mas o nado sincronizado deveria receber maior atenção da torcida. Se você gosta de assistir um dos balés mais difíceis do mundo e o trabalho de moças que tem que se virar para não tocar os pés no fundo da piscina e assim mesmo fazer coreografias incríveis, não se esqueça de ligar sua TV e assistir a um dos esportes mais impressionantes do mundo.

SALTOS ORNAMENTAIS

Apesar de gerar algumas situações parecidas, não é como aquelas videocassetadas em que gente sempre tenta brincar no trampolim e dá errado. No esporte, a coisa é séria e o movimento errado na hora errada pode tirar medalha. No Rio-2016, é a chance do brasileiro ver as acrobacias e piruetas incríveis e finalmente entender que não é para qualquer um.

BADMINTON

Joga peteca? Então, você não sabe de nada, inocente! Aqui, a coisa é frenética e quem acompanha tênis vai até estranhar de cara o ritmo do esporte. Mas é um esporte sensacional e que tem que ser olhado de outra forma durante os Jogos Olímpicos. Curta as rebatidas e pense se você não poderia ser quem sabe um heroi olímpico

CANOAGEM

Tanto a versão slalom quanto a de velocidade tem incríveis atrativos. Na primeira, qualquer fã de esportes radicais vai amar ver as canoas remando em rios, passando por pedras, pequenas quedas d´água e obstáculos pelo objetivo da medalha. Na última, pense em um espécie diferente do esporte do remo, no qual a rapidez é essencial para sair ganhando. Se você está atrás de um esporte para curtir a natureza e ainda praticar exercícios, não perca nenhuma emoção da canoagem.

TRIATLO

Nadar, pedalar e correr. Três disciplinas diferentes que casam muito bem neste esporte. Quem assiste os desafios do Esporte Espetacular já deve ter uma ideia de como o esporte é cansativo mas também uma prova de resistência de força. Mas quem ainda não se ligou no triatlo vai ter no Rio-2016 a vez de se ligar em um dos esportes mais multitarefa do mundo. E quem quer um pretexto para sair do sofá e praticar esportes, eis um.

TIRO COM ARCO

Antigamente chamado de ‘arco e flecha’, o esporte é um dos mais antigos presentes no programa olímpico. Os apreciadores de arqueiros famosos com Robin Hood, Guilherme Tell e Kagome Higurashi se ligarão facilmente na destreza e no sangue frio dos arqueiros a tentar atingir o alvo e conseguir o maior número de pontos possíveis para conquistar a medalha. E alívio por não ser o alvo, é claro

FUTEBOL

Sim, é exatamente isso que você está lendo. O futebol é um esporte bastante obscuro nos Jogos Olímpicos e aqui no Brasil a atenção maior é pela saga interminável do ouro inédito tanto no masculino como no feminino. Mas, se você quiser saber mesmo como é o futebol olímpico, recomendo a assistir os jogos dos outros participantes no Rio-2016. Quem sabe não surjam astros, pataquadas, golaços e futuras ‘eternas promessas’ dos gramados brasileiros…

(Crédito da foto: Divulgação/Rio-2016)