Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Especial Rio 2016: Conheça a história do futebol nas Olimpíadas

Os Jogos Olímpicos Rio 2016 já estão se aproximando e, faltando poucos dias para a estreia das Seleções Brasileiras de futebol feminino, 3 de agosto, e masculino, 4, o torcedores.com conta a história do esporte que, além de paixão nacional, encanta e emociona torcedores em todo mundo.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Reprodução/Site Oficial das Olimpíadas Rio 2016

LEIA MAIS

RIO 2016

A UM MÊS DOS JOGOS, RIO INAUGURA MUSEU DA CIDADE OLÍMPICA E VIVE EXPECTATIVA POR ESPETÁCULO

RIO 2016: VEJA QUAL ESPORTE DEU MAIS MEDALHAS PARA O BRASIL NOS JOGOS OLÍMPICOS

O início

O futebol foi o segundo esporte coletivo a entrar oficialmente nas Olimpíadas, atrás do pólo aquático, nos Jogos Olímpicos realizados em Londres no ano de 1908. Antes disso, nas Olimpíadas de 1896 e 1904 o futebol foi introduzido, mas como esporte de exibição. O futebol feminino, por sua vez, foi incorporado quase cem anos depois, em 1996, nos Jogos de Atlanta. De 1908 até o presente, o esporte só ficou de fora da disputa das Olimpíadas nos Jogos de 1932, em Los Angeles.

Regras e mudanças

Após a realização da primeira Copa do Mundo de Futebol, em 1930, as equipes só mandavam para a disputa das Olimpíadas suas seleções amadoras ou juniores. Isso só seria mudado mais de 50 anos depois, nos Jogos de Los Angeles, em 1984, quando o Comitê Olímpico Internacional (COI) fez uma mudança na regra para aumentar o interesse no esporte. A partir de então, foram admitidos jogadores profissionais. Ocorreu, então, um acordo entre a Federação Internacional de Futebol (FIFA), que não queria que as Olimpíadas “disputasse” com a Copa do Mundo, e o COI, definindo que jogadores que não tivessem ido em uma Copa do Mundo pudessem disputar as Olimpíadas.

A partir dos Jogos de 1992, em Barcelona, somente jogadores com menos de 23 anos podem ir as Olimpíadas representar seus países no futebol masculino. Quatro anos depois, outra regra foi introduzida e três jogadores acima dos 23 anos puderam fazer parte da equipe olímpica.

Para o futebol feminino, a FIFA permite o uso das seleções principais no torneio olímpico. O desempenho nas Olimpíadas, inclusive, conta para o Ranking Feminino Mundial da FIFA.

Seleção Brasileira

A Seleção Brasileira de futebol masculino fez sua estreia em Olimpíadas na edição de 1952, quando acabou eliminada nas quartas de final pela Alemanha Ocidental, enquanto a equipe feminina estreou em 1996, chegando à quarta colocação. Apesar da tradição do esporte no Brasil e dos grandes jogadores presentes na história do país, nenhuma das duas seleções conseguiu o ouro olímpico. 

Colocações – Seleção Masculina

1952 – 5º colocado (quartas de final)

1960 – 6º colocado (primeira fase)

1964 – 9º colocado (primeira fase)

1968 – 10º colocado (primeira fase)

1972 -13º colocado (primeira fase)

1976 – Quarto lugar

1980 – Não se classificou

1984 – Segundo lugar (Prata)

1988 – Segundo lugar (Prata)

1992 – Não se classificou

1996 – Terceiro lugar (Bronze)

2000 – 7º colocado (quartas de final)

2004 – Não se classificou

2008 – Terceiro lugar (Bronze)

2012 – Segundo lugar (Prata)

Colocações – Seleção Feminina 

1996 – Quarto lugar

2000 – Quarto lugar

2004 – Segundo lugar (Prata)

2008 – Segundo lugar (Prata)

2012 – Eliminado nas quartas de final