GUIA RIO 2016 TORCEDORES.COM – SAIBA TUDO SOBRE O POLO AQUÁTICO

Crédito da foto: Divulgação

O Torcedores.com continua seu especial para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016 que conta um pouco da história de cada esporte olímpico, algumas curiosidades para você contar por aí, além de informar os favoritos das provas e quem são os brasileiros nelas. Falaremos do Polo Aquático, esporte em que o Brasil pode surpreender no masculino

LEIA O GUIA RIO 2016 DE OUTROS ESPORTES:
ATLETISMO, BADMINTONBASQUETE MASCULINO, BASQUETE FEMININO, BOXECANOAGEM VELOCIDADECANOAGEM SLALOM, CICLISMO BMX, CICLISMO ESTRADA, CICLISMO MOUNTAIN BIKE, CICLISMO PISTA,  ESGRIMAFUTEBOL MASCULINOFUTEBOL FEMININO, GINÁSTICA ARTÍSTICA, GINÁSTICA RÍTMICA, GINÁSTICA DE TRAMPOLIM, GOLFEHANDEBOLHIPISMO, JUDÔ, LEVANTAMENTO DE PESO, LUTA, MARATONA AQUÁTICA, NADO SINCRONIZADO, NATAÇÃO, PENTATLO MODERNOPOLO AQUÁTICO, REMORUGBY DE SETE, SALTOS ORNAMENTAIS,TAEKWONDOTÊNISTÊNIS DE MESA,TIRO COM ARCOTIRO ESPORTIVO, TRIATLO, VELAVÔLEI FEMININO, VÔLEI MASCULINOVÔLEI DE PRAIA

INTRODUÇÃO:

O polo aquático surgiu nos lagos do Reino Unido no século XIX como uma espécie de rugby aquático e era jogado com uma bola de borracha indígena. O escocês William Wilson organizou o esporte em 1877, proibindo os tackles quando os jogadores tinham a posse de bola. O “futebol aquático”, nome dado por Wilson, começou a ter mais e mais adeptos e o esporte ganhou sua primeira liga em 1888. A estreia em Jogos Olímpicos ocorreu em 1900. O esporte começou a se espalhar pela Europa, principalmente nos países do Leste Europeu, onde começou a ganhar muitos adeptos. O jogo ganhou um cronômetro regressivo parecido com o do basquete, para evitar que o jogo tivesse baixas pontuações e ficasse monótono. Em 2000, o torneio feminino foi adicionado ao programa olímpico.

 polo aquatico intro

VOCÊ SABIA?

  • Que não há faltas marcadas embaixo d’água? Vale chute, soco, puxão…
  • Que o príncipe William era capitão do seu time de polo aquático na Universidade?
  • Que foram os húngaros que começaram a fazer passes de mão em mão? Antes, era comum deixar a bola bater na água antes.
  • Que o goleiro é o único jogador que pode segurar a bola com as duas mãos na área de 5 metros em frente ao gol?
  • Que o relógio de 35 segundos para arremessar a bola em gol surgiu porque os placares estavam muito baixos e o jogo estava ficando monótono?

 

POLO AQUÁTICO MASCULINO

HISTÓRICO:  o torneio masculino está presente nos Jogos Olímpicos desde a segunda edição, em 1900, só não sendo disputado uma vez, em 1904. O torneio masculino é dominado por Hungria, Itália, Iugoslávia e União Soviética. Para se ter uma ideia, de 1948 até 1976, apenas 3 medalhas das 24 distribuídas não foram para um destes quatro países. Nos anos 1980, Estados Unidos, Espanha e Alemanha quebraram essa hegemonia. Desde 2000, os antigos países da Iugoslávia voltaram a crescer, com destaque para Croácia (campeã em 2012), Sérvia e Montenegro, que chegarão forte aos Jogos do Rio. A Hungria é a maior vencedora, com 9 ouros, 3 pratas e 3 bronzes.

 

ATLETAS QUE BRILHARÃO NO RIO

Fique atento ao Sérvio Filip Filipovic (foto), indicado a melhor do mundo em 2015, vencedor do prêmio por duas vezes e um destaques da forte seleção de seu país. Espere muitos gols do grego Ioannis Fountoulis, do espanhol Albert Español e do húngaro Dénes Varga, que também já foi eleito como melhor do mundo.  No Brasil, o destaque é de Felipe Perrone, indicado a melhor jogador do ano em 2015 e o croata naturalizado Josip Vrlic

polo aquático filip

 

QUEM CHEGA FORTE AO RIO:

A Sérvia (foto) é definitivamente o time a ser batido. Foi campeã Mundial em 2015, campeã europeia em 2015 e ganhou as últimas quatro edições da Liga Mundial. Um degrau abaixo estão vários países que devem brigar por medalhas. Dois países da extinta Iugoslávia e grandes rivais da Sérvia podem surpreender, como por exemplo a atual campeã olímpica Croácia e a maior rival Sérvia, Montenegro. A maior campeã da modalidade em Jogos Olímpicas Hungria e as tradicionais Itália e Grécia são outros dois times no bolo pelas medalhas. Um pouco abaixo, estão Estados Unidos, Espanha e Brasil. Austrália, França e Japão são os times teoricamente mais fracos, porém devem dar trabalho, principalmente entre si.

polo aquatico servia foto

MELHORES RESULTADOS NO ÚLTIMO CICLO OLÍMPICO DOS PARTICIPANTES:

Sérvia – campeã mundial em 2015, bicampeã europeia (2014,2016), tetra campeã da Liga Mundial (2013,2014,2015 e 2016)

Hungria– campeã mundial 2013, vice-campeã europeia (2014) e terceira colocada em 2015, vice-campeã da Liga Mundial (2013 e 2014)

Croácia– campeã olímpica 2012, vice-campeã mundial (2015) e terceira colocada em 2013, vice-campeã da Liga Mundial em 2015

Montenegro– vice-campeã europeia 2014, terceira colocada da Liga Mundial em 2013 e 2014

Itália– vice-campeã olímpica 2012, terceira colocada europeia (2014), quarta colocada nos mundiais 2013 e 2015

Grécia– terceira colocada no mundial 2015, terceira colocada na liga mundial 2016

Estados Unidos – vice-campeã da liga mundial 2016

Brasil – terceiro colocado na Liga Mundial 2015

Espanha– quinta colocada no mundial 2013

 

COMO É A DISPUTA?

Doze países, divididos em duas chaves de seis times, disputarão a tão sonhada medalha de ouro. Os quatro primeiros de cada grupo se classificam e enfrentam adversários do outro grupo nas quartas-de-final (sendo o primeiro colocado de um grupo contra o quarto colocado do outro e o segundo colocado de um contra o terceiro colocado de outro). A partir daí, saem os semifinalistas e finalistas.

OS GRUPOS: Os grupos foram sorteados em Abril de 2016. No Grupo A, está a seleção do Brasil (foto), juntamente com Hungria, Japão, Sérvia, Austrália e a Grécia. Na grupo B estão Estados Unidos, Espanha, Croácia, Montenegro, Itália e França.

polo aquatico servia foto

QUAIS AS CHANCES DO BRASIL?:  O Brasil tem sua melhor equipe nacional em muitos anos e conseguiu se tornar capaz de competir com as grandes potências, muito em virtude dos jogadores estrangeiros que se naturalizaram. O goleiro sérvio Slobodan Soro, medalhista olímpico em Londres, o croata Josip Vrlic e o brasileiro que jogou muitos anos pela Espanha Felipe Perrone tem posições de destaque no time nacional. Isso sem contar o comando do técnico croata Ratko Rudic, campeão olímpico com seu país nos Jogos de 2012.

A seleção obteve resultados significativos em 2015, quando conseguiu a terceira colocação na Liga Mundial, vencendo inclusive times fortes como Croácia e Estados Unidos. Em 2016, entretanto, o time não engrenou, terminando a mesma Liga na sétima colocação de oito possíveis.

O grupo é difícil. Ganhar da Sérvia é uma missão quase impossível. Grécia e Hungria tem times teoricamente mais fortes. Para passar as quartas, o Brasil tem obrigação de vencer a Austrália (algo que conseguiu fazer em 2015) e o Japão, teoricamente o mais fraco do grupo, mas que venceu o Brasil na Liga Mundial em Junho. Pensando numa eventual classificação, o Brasil precisará contar com muito apoio da torcida e com seus jogadores num dia inspirado para chegar à semifinal. Diríamos que as chances de medalha são de médias a baixas.

PALPITE DO GUIA:

Ouro: Sérvia;

Prata: Croácia;

Bronze: Montenegro.  

Brasil: sétimo lugar

 

POLO AQUÁTICO FEMININO

HISTÓRICO: o torneio feminino é bem mais recente e estreou exatamente 100 anos depois que o masculino. Os países do Leste Europeu não tem a mesma força que tem no masculino. Hungria e Itália, entretanto, mantém a tradição entre as mulheres. A Austrália é o país tradicional, juntamente com os Estados Unidos e tem a maior rivalidade no polo aquático feminino. As duas nações estiveram em todas as semifinais disputadas até hoje. As Australianas levaram o primeiro ouro em casa diante das americanas. Quatro anos depois, em Atenas, os Estados Unidos tiverem sua revanche, vencendo as australianas na disputa do bronze. O confronto EUA-Austrália se repetiu duas vezes em 2008 e 2012, com as americanas levando a melhor em duas semifinais. Em 2008, as americanas perderam na final para a Holanda e em 2012 finalmente conseguiram um título olímpico

 

ATLETAS QUE BRILHARÃO NO RIO

a húngara Rita Keszthelyi é uma que promete marcar muitos gols. As favoritas americanas têm Maggie Steffens e Rachel Fattal. Fique atento ainda na espanhola Jennifer Pareja (foto) e na holandesa Lieke Klassen. No Brasil, a melhor atleta brasileira é Izabella Chiapinni

  polo aquatico feminino jennifer pareja

QUEM CHEGA FORTE AO RIO:

As americanas (foto) chegam como grandes favoritas a mais uma medalha de ouro. Ganharam as principais competições no último ciclo e são sempre bem competitivas. A Espanha, campeã mundial em 2013 jogando em casa, é uma que pode surpreender as americanas. Cinco das outras seis seleções devem brigar pelas medalhas. Austrália, Hungria, Itália, Rússia, China e Hungria tiveram resultados expressivos e sempre fazem grandes jogos entre si. O Brasil está um nível abaixo. Confira a seguir os melhores resultados de cada participante no último ciclo.

polo aquatico fem estados unidos

MELHORES RESULTADOS NO ÚLTIMO CICLO OLÍMPICO DOS PARTICIPANTES:

Estados Unidos – Campeãs mundiais em 2015, campeã da Liga Mundial 2015 e 2014, campeãs olímpicas em 2012

Espanha – campeãs mundiais em 2013, vice-campeãs olímpicas em 2012

Hungria- campeã europeia 2016, terceira colocada no mundial 2013

Itália- vice-campeãs da Liga Mundial 2015, terceiras colocadas no mundial 2015 e no europeu 2016

Austrália- vice-campeãs mundiais 2013, vice-campeãs da Liga Mundial 2015, 4º lugar no mundial 2015, .

China– campeã da Liga Mundial em 2013

Rússia- vice-campeãs da Liga Mundial 2013

 

COMO É A DISPUTA?

Diferentemente do torneio masculino, no feminino são apenas oito países, divididos em duas chaves de quatro times, disputarão a tão sonhada medalha de ouro. Todos avançam às quartas de finais, com a fase de grupos servindo apenas para decidir os cruzamentos. Os primeiros colocados dos grupos enfrentam os quartos colocados do outro e os segundos colocados enfrentam os terceiros do outro. Os dois vencedores destes confrontos fazem as semifinais e a final.

Os grupos foram selecionados em abril, com o Brasil (foto) ficando no grupo A, junto com Itália, Rússia e Austrália. No grupo B estão Espanha, China, Hungria e Estados Unidos

 

QUAIS AS CHANCES DO BRASIL?

A seleção brasileira feminina (foto) ainda está um passo abaixo da masculina, que pode surpreender. Apesar de ter jogadoras talentosas (como Izabella Chiappini e Marina Canneti), a seleção ainda não consegue competir com as outras de igual para igual. No mundial 2015, perdeu por grande diferença de gols para Itália e Estados Unidos. As brasileiras devem ficar em quarto lugar no grupo e encarar os Estados Unidos, grande favoritos. Qualquer vitória no grupo será um grande resultado.

polo aquatico brasil mulheres

PALPITE DO GUIA:

Ouro: Estados Unidos 

Prata: Espanha

Bronze: Itália

Brasil: oitavo

 

créditos das fotos: Reprodução facebooks pessoais e das confederações



Paulistano, 27 anos, deixou a publicidade e o marketing esportivo para ingressar no jornalismo e conseguir cobrir grandes eventos esportivos. Apaixonado por esportes olímpicos e futebol americano, sonha em estar no Rio de janeiro em 2016 para cobrir os Jogos Olímpicos in loco.