Mercado da bola: após vendas e compras, São Paulo lucrou com negociações

A janela para chegada de atletas do exterior já se fechou e o ciclo de contratações do São Paulo também já se encerrou. O Tricolor vendeu e também trouxe atletas e nisso o caixa do clube do Morumbi é quem comemorou já que ficou no “azul” no fim das contas.

Roberto Junior
Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.

Crédito: Crédito de imagem: Reprodução / Facebook oficial do São Paulo

LEIA MAIS
CICINHO REVELA QUE JOGARIA DE GRAÇA NO SÃO PAULO: “SEM PROBLEMA”
SÃO PAULO: VEJA NÚMEROS DO REFORÇO ANDRÉS CHÁVEZ NESTA LIBERTADORES
ENQUETE: VOCÊ GOSTOU DAS CONTRATAÇÕES DO SÃO PAULO?

Ao todo, o São Paulo trouxe mais jogadores do que perdeu e ainda lucrou no mercado da bola. Nessa janela de transferências, Edgardo Bauza exigiu contratações e inclusive ameaçou sair se não tivesse, e o São Paulo acatou as ordens do treinador. Trouxe: Maicon, Cueva, Buffarini, Andrés Chávez e Gilberto, onde os dois últimos vieram de graça, sendo que o argentino por empréstimo.

Em contrapartida, o Tricolor vendeu Alan Kardec, Paulo Henrique Ganso e Ewandro (que estava emprestado ao Atlético-PR). No fim, o caixa do Tricolor ainda rendeu lucros.

Com o elenco fechado para o restante da temporada, o São Paulo comemora já que terá um saldo positivo de R$ 6,3 milhões.

Acompanhe as notícias do seu time do coração pelo Facebook

Saídas:

Ganso: R$ 34,4 milhões (São Paulo ficou com R$ 16,3 milhões)
Alan Kardec: R$ 18 milhões
Ewandro: R$ 8,4 milhões

Chegadas:

Maicon: R$ 22 milhões
Cueva: R$ 8,8 milhões
Buffarini: R$ 5,8 milhões
Gilberto: sem custos e em definitivo
Andrés Chávez: apenas salários e empréstimo

Total: R$ 6,3 milhões no caixa