Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

“Sempre vou ser agradecido ao Tite” diz Romero negando desavença com treinador

Próximo de se tornar o maior goleador da Arena Corinthians, Ángel Romero se tornou titular após a saída de Tite do clube. Com um gol a menos que o peruano Paolo Guerrero, o atacante paraguaio falou sobre a artilharia, a chegada de Alexandre Pato ao Corinthians e sobre a troca de técnicos no comando alvinegro.

Viviane Tavares
Colaborador do Torcedores

Crédito: Viviane Tavares/Torcedores.com

LEIA MAIS: YAGO SOBRE SUSPENSÃO POR DOPPING “ACHEI MUITO INJUSTO FICAR UM MÊS FORA”
UENDEL COMPARA CORINTHIANS COM RIVAIS PARA FALAR DA AUSÊNCIA DE REFORÇOS

Em entrevista a Vinicius Bacelar para o site UOL, Romero falou sobre a aproximação com a artilharia do estádio corinthiano. “Sempre trato de fazer meu trabalho. Agora que estou mais perto. Estou a um gol de alcançar, vou me esforçar mais para conseguir os 15 ou 16 gols para ficar na história do Corinthians.” Falou confiante.

Sobre disputar posição com Pato, Romero disse não conhecer muito bem o novo companheiro de elenco e que continuará lutando pela posição de titular conquistada a pouco com a chegada de Cristóvão Borges.

“A gente tá se conhecendo aqui. Não sei a história que ele (Pato) tem aqui no Corinthians, mas todo mundo sabe a qualidade dele dentro de campo. É um jogador que tem muita qualidade. Se ele ficar, vai ajudar muito o Corinthians. Ele é gente boa” e seguiu falando sobre a importância do novo treinador “Foi importante a chegada do Cristóvão. Ano passado foi difícil para mim. Não tive sequência de jogos que precisava, mas sempre trabalhando, esperando, porque sabia que chegaria esta oportunidade.” Comemorou o paraguaio.

Sobre Tite, Romero negou ter ficado chateado após falta de oportunidade e garantiu que é muito grato ao treinador por tudo o que aprendeu com ele.

“Aprendi com o Tite. Acho que ele foi um dos caras que me ajudou bastante. Por mais que ele não tenha me dado esta oportunidade que eu queria, eu aprendi bastante com ele. Não só como jogador, mas também como pessoa. Aprendi a sempre acreditar e nunca parar de lutar. Sempre ele falava isso para mim. Então sempre vou ser agradecido ao Tite.”