Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Mercado da bola: Sevilla aumenta oferta e São Paulo deve vender Ganso

Em plena disputa das semifinais da Copa Libertadores, contra o Atlético Nacional, da Colômbia, o São Paulo está prestes a perder um de seus principais jogadores. O meia Paulo Henrique Ganso está na mira do espanhol Sevilla, que teve sua primeira proposta negada, mas nos últimos dias aumentou a oferta e deve ficar com o camisa 10 do Tricolor.

Marcel Thomé
Jornalista e assessor de imprensa

Crédito: Divulgação/SPFC

LEIA MAIS:

MERCADO DA BOLA 2016: CORINTHIANS CONFIRMA CONTRATAÇÃO DE JOIA DO SANTOS
MERCADO DA BOLA 2016: LAZIO VAI OFERECER R$ 43 MILHÕES AO TRICOLORPOR RODRIGO CAIO
MERCADO DA BOLA 2016: DIEGO CONSEGUE LIBERAÇÃO DE TIME TURCO E ESPERA PROPOSTAS
MERCADO DA BOLA 2016: CORINTHIANS CONTRATA MAIS UM DESTAQUE DO AUDAX
MERCADO DA BOLA 2016: VEJA 19 JOGADORES QUE ESTÃO SEM CONTRATO DESDE 1º DE JULHO

De acordo com informações do “Globoesporte.com”, depois de ver negada a oferta de 8 milhões de euros (R$ 29,3 milhões), o Sevilla aumentou a proposta para 9,5 milhões de euros (cerca de R$ 34,8 milhões) e fez o Tricolor balançar, já que Ganso já havia pedido para ser negociado anteriormente.

Os direitos de Ganso são divididos entre o São Paulo (32%) e a DIS (68%), mas a distribuição dos valores referentes à negociação não deve ser essa. Segundo a reportagem, o time do Morumbi ficaria com R$ 18,3 milhões, enquanto a empresa receberia R$ 14,6 milhões e o restante (R$ 1,8 milhão)  ficaria com o próprio Ganso, que estaria disposto até a abrir mão do valor para ser liberado. O pedido de sua contratação é do novo técnico do Sevilla, o argentino Jorge Sampaoli, ex-comandante da seleção do Chile.

O presidente são-paulino Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, confirmou as tratativas, mas disse que não tem nada definido. “As conversas continuam e estão em andamento, mas não tem nada fechado”, disse.

Já a reportagem do “Yahoo Sports” publica que a segunda proposta do Sevilla é ainda um pouco maior, de R$ 36,3 milhões e que a DIS já topou o negócio.

O contrato do camisa 10 com o São Paulo vai até setembro de 2017 e, a partir de março, ele pode assinar um pré-contrato com o Sevilla ou qualquer equipe e deixar o Tricolor sem qualquer indenização.

Ganso desfalque em decisão

Em recuperação de um estiramento muscular na coxa direita, Ganso não viajou à Colõmbia para o duelo decisivo contra o Atlético Nacional nesta quarta-feira (13) e só terá sua situação contratual definida após o término da participação do São Paulo na Libertadores.

 

As melhores notícias de esportes, direto para você