5 razões que explicam a goleada do Corinthians sobre o Flamengo

Com um segundo tempo avassalador, o Corinthians goleou o Flamengo (4 a 0) na tarde deste domingo, na Arena Corinthians, e atingiu a liderança do Brasileirão, juntamente ao arquirrival Palmeiras (25 pontos ganhos), que joga nesta segunda-feira, contra o Sport, em Recife. Foi o terceiro triunfo consecutivo do alvinegro na competição.

Rafael Alaby
Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)

Crédito: Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

LEIA MAIS:
Telão da Arena Corinthians provoca o Flamengo após goleada 
Bruno Henrique dá chapéu em Guerrero e leva torcida do Corinthians ao delírio 

O Torcedores.com seleciona cinco razões que explicam a goleada sobre o rubro-negro:

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

1 – Romero: Após primeiro tempo ruim, Romero teve atuação fenomenal na etapa final, com dois gols e uma assistência. Disparou na artilharia corintiana na temporada (13 gols). É o principal nome do time no início de trabalho do técnico Cristóvão Borges.

2 – Cássio: Após atuações ruins nas últimas rodadas, o goleiro Cássio reeditou os seus melhores momentos e se destacou no primeiro tempo com três defesas sensacionais, resistindo muito bem à blitze ofensiva do Flamengo.

3 – Bruno Henrique: O volante cresce a cada partida e tem se tornado peça fundamental no esquema de Cristóvão Borges. Foi o líder em desarmes certos contra os cariocas, segundo o Footstats: 9 no total. No primeiro tempo levou à Fiel ao delírio com um lindo chapéu em Guerrero.

4 – Pedro Henrique: O jovem zagueiro teve um dia inesquecível, mas desta vez com final feliz. Anulou Guerrero e no final do jogo não se intimidou com a catimba do peruano. A grosteca falha contra o Atlético-MG ficou no passado.

5 – Pane do Flamengo no segundo tempo – O Flamengo fez um ótimo primeiro tempo, ditando as ações ofensivas e deixando poucos espaços para o Corinthians criar. Só não saiu em vantagem graças a Cássio. O que se viu no segundo tempo foi um time completamente diferente, aceitando a pressão adversária e com graves erros de posicionamento defensivo. A equipe sentiu o golpe após Romero abrir o placar e não esboçou reação. E para piorar a situação, o Timão fez mais três gols.