Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Goleira Hope Solo é suspensa por seis meses após polêmica nas Olimpíadas

Os comentários da goleira Hope Solo, dos Estados Unidos, não foram bem vistos pela Confederação de Futebol dos Estados Unidos. Ainda nos Jogos Olímpicos, a defensora americana explanou que as suecas eram um “bando de covardes”.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Getty Images

LEIA MAIS:

NADADORA RUSSA DIZ QUE VIVEU ‘CLIMA DE GUERRA’ NO RIO 2016

Três dias após o término oficial da Olimpíada Rio 2016, a Confederação de Futebol dos Estados Unidos anunciou a suspensão de seis meses para a goleira Hope Solo. Em nota, a entidade reitera o motivo comportamental que os motivaram a levar tal decisão disciplinar.

“Os comentários feitos pela Hope Solo após o jogo contra a Suécia, durante as Olimpíadas do Rio 2016, foram inaceitáveis e não são condizentes com a postura que exigimos dos nossos jogadores da Seleção. Muito além das arenas atléticas e dos resultados, os jogos Olímpicos celebram e representam os ideais do jogo limpo e do respeito. Nós esperamos que todos os nossos representantes honrem esses princípios, sem exceções”, declarou o presidente da entidade norte-americana, Sunil Gulati.

“Levando em conta os incidentes passados, envolvendo Hope Solo, assim como as conversas privadas que tivemos com ela, para pedir que se comportasse da maneira que um jogador da Seleção precisa, e que a US Soccer determina, essa é uma ação apropriada de disciplina”, completou.

Com isso, a guarda-metas americana não poderá ser convocada, pelo menos, até fevereiro de 2017.

ENTENDA:

No último dia 12, desse mês, a seleção feminina dos Estados Unidos foi derrotada pela Suécia, nas Olimpíadas Rio 2016. Após a partida, a goleira Hope Solo declarou que a equipe jogou contra um “bando de covardes”. O comentário logo foi rebatido pela técnica da seleção rival, Sundhage: “Somos covardes, mas vencemos”.