GUIA RIO 2016 TORCEDORES.COM – SAIBA TUDO SOBRE O TRIATLO

O Torcedores.com continua seu especial para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016 que conta um pouco da história de cada esporte olímpico, algumas curiosidades para você contar por aí, além de informar os favoritos das provas e quem são os brasileiros nelas. Falaremos agora do Triatlo, um dos esportes que mais exigem do físico do atleta

Redação Torcedores
Colaborador do Torcedores

LEIA O GUIA RIO 2016 DE OUTROS ESPORTES:
ATLETISMO, BADMINTONBASQUETE MASCULINO, BASQUETE FEMININO, BOXECANOAGEM VELOCIDADECANOAGEM SLALOM, CICLISMO BMX, CICLISMO ESTRADA, CICLISMO MOUNTAIN BIKE, CICLISMO PISTA, ESGRIMAFUTEBOL MASCULINOFUTEBOL FEMININO, GINÁSTICA ARTÍSTICA, GINÁSTICA RÍTMICA, GINÁSTICA DE TRAMPOLIM, GOLFEHANDEBOLHIPISMO, JUDÔ, LEVANTAMENTO DE PESO, LUTA, MARATONA AQUÁTICA, NADO SINCRONIZADO, NATAÇÃO, PENTATLO MODERNOPOLO AQUÁTICO, REMORUGBY DE SETE, SALTOS ORNAMENTAIS,TAEKWONDOTÊNISTÊNIS DE MESA,TIRO COM ARCOTIRO ESPORTIVO, TRIATLO, VELAVÔLEI FEMININO, VÔLEI MASCULINOVÔLEI DE PRAIA

ESPORTE: TRIATLO

INTRODUÇÃO: O triatlo é um esporte que engloba competições de natação, ciclismo e corrida. A primeira grande competição ocorreu em San Diego, Californina, em 1974.  Quatro anos mais tarde, surgiu o Iron Man, competição de triatlo de quase 10 horas que testa a resistência do ser humano. A partir daí, o esporte começou a crescer cada vez mais e se tornou muito popular ao redor do mundo de maneira muito rápida. A União Internacional de Triatlo foi fundada em 1988 e ajudou no processo de inclusão o esporte no programa olímpico, o que acabou ocorrendo no ano de 2000.  A distância olímpica é de 1.500 m de natação, 40 km de ciclismo e 10 km de corrida.

VOCÊ SABIA?

  • Que a natação é a primeira modalidade a ser disputada por razões de segurança? Se o atleta fosse nadar no fim no auge do cansaço, não teria como “andar para descansar”
  • Que o Iron man, competição de triatlo de distâncias maiores do que as olímpicas e que testa o atleta por mais de 10 horas, surgiu em 1978 após discussões de soldados americanos sobre qual atleta – natação, ciclismo ou corrida – seria o mais resistente numa prova longa?
  • Que um garoto de 14 anos de idade conseguiu completar o Iron Man? Rodkey Faust nadou 3.8km, pedalou 180km e correu 42.195 m em 13:36:17 em 1982
  • Que a decisão do triatlo nos Jogos de Londres em 2012 foi decidia no photo finish m virtude da suíça Nicola Spring e da Sueca Lisa Norden terem fechado a prova com o mesmo tempo?

 

INDIVIDUAL MASCULINO

HISTÓRICO: O triatlo olímpico começou em 2000 e já foi disputado quatro vezes. Canadá, Nova Zelândia, Alemanha e Grã-Bretanha são os maiores vencedores. A Nova Zelândia é a maior medalhista do triatlo masculino com 3 medalhas, sendo uma de ouro uma de prata e uma de bronze.

QUEM CHEGA FORTE AO RIO:

A Espanha tinha um ouro praticamente certo no triatlo masculino: Javier Goméz Moya (foto) era tricampeão da World Series e tinha tudo para levar a medalha de ouro no Rio, mas acabou se machucando. Ainda assim, a Espanha, potência mundial no triatlo, continua tendo um dos favoritos: Mario Nola, um dos atletas mais regulares do ciclo e que em 2016, venceu 3 etapas da World Series e mais o evento-teste. Os irmãos Alistar e Jonathan Browlee, da Grã-Bretanha, conquistaram ouro e bronze em Londres 2012, e tentarão repetir o feito ou até fazer uma dobradinha no Rio. Fique ligado ainda nos triatletas de África do Sul e França.

NOYA TRIATLO

MELHORES RESULTADOS DOS PARTICIPANTES NO ÚLTIMO CICLO OLÍMPICO:

Mario Mola (Espanha) – vice campeão mundial 2014 e 2015 e terceiro colocado em 2013 . Também neste ano venceu a etapa da Austrália da Copa do Mundo

Jonathan Brownlee (Grã-Bretanha) – campeão mundial 2012, vice 2013 e 3º em  2014 / terceiro colocado  em Londres 2012

Alistair Brownlee (Grã-Bretanha) – campeão em Londres 2012

Richard Murray- (África do Sul) – medalhista em duas etapas da World Series e do evento-teste em 2016

Vincent Luis (França) – medalhista no evento teste

Fernando Alarza- (Espanha) – medalhista em duas etapas da World Series 2016

QUEM REPRESENTA O BRASIL E QUAIS AS SUAS CHANCES?

O Brasil será representado por Diogo Sclebin (foto), 34 anos. Diogo disputou as Olimpíadas de Londres 2012 e ficou na 44ª colocação, quase a mesma posição que ocupou no ranking olímpico que dava direito às vagas na Rio 2016. Não teve nenhum grande resultado nas etapas da World Series, salvo um 11º lugar em 2014. Ficar entre os 25 primeiros já será um bom resultado. As chances de medalha são baixas

DIOGO triatlo

FEMININO

HISTÓRICO: O triatlo feminino também estreou nos Jogos de Sydney 2000 e tem a Austrália como maior medalhista. Ao todo foram 6 medalhas, sendo uma de ouro, duas de prata e uma de bronze. A Suíça já faturou o ouro duas vezes. A Áustria é a outra vencedora.

QUEM CHEGA FORTE AO RIO

A prova tem uma favorita absoluta. A americana Gwen Jorgensen (foto) foi bicampeã em 2014 e 2015 da World Series sem dar chances às adversárias. Para se ter uma ideia, em 2015 a americana venceu 7 de 10 provas disputadas. As medalhas de prata e bronze serão disputadas. Grã-Bretanha, Nova Zelândia e até mesmo os Estados Unidos tem várias atletas que devem chegar bem. A suíça Nicola Spirig, atual campeã olímpica, também estará no Rio para tentar defender o seu título. Confira abaixo as atletas com resultados mais expressivos no último ciclo e que devem chegar entre as primeiras:

joergensen triatlo

MELHORES RESULTADOS NO ÚLTIMO CICLO OLÍMPICO

Gwen Jorgensen (Estados Unidos) – bicampeã mundial 2014 e 2015

Andrea Hewitt (Nova Zelândia) –  vice-campeã mundial 2015 e terceira colocada em 2014. Venceu uma das etapas da World Series esse ano

Helen Jenkins (Grã-Bretanha) venceu uma das etapas do ano, medalhou na outra, medalhou no evento-teste em 2016

Vicky Holland (Grã-Bretanha) – medalhou no evento-teste em 2016

Nicola Spirig (Suíça) – Campeã dos Jogos Europeus em 2015 e campeã em Londres 2012

Non Stanford (Grã-Bretanha) – campeã mundial em 2013, venceu uma das etapas da World Series em 2016

Sarah True (Estados Unidos) – vice-campeã mundial 2014 e terceira colocada em 2015

Katie Zaferes (Estados Unidos) – vice-campeã em 5 etapas da World Series no ano passado.

Flora Duffy (Bermudas) – medalhou em uma das etapas da World Series em 2016

 

QUEM REPRESENTA O BRASIL E QUAIS SUAS CHANCES?

pamela brasil triatlo

O Brasil terá Pâmella Oliveira (foto), 28 anos, disputará a sua segunda Olimpíada. Em Londres 2012, terminou em 30º. Teve resultados bons em 2015 e principalmente em 2014, quando chegou em uma das etapas da World Series em oitavo lugar e encerrou a temporada na 13ª colocação geral.  Caiu de rendimento após algumas contusões e está tentando voltar ao ritmo de antes.Seu melhor resultado foi um 26º lugar. As chances de medalha são baixas

PALPITE DO GUIA:

Ouro: Gwen Jorgensen (Estados Unidos)

Prata: Helen Jenkins (Grã-Bretanha)

Bronze: Sarah True (Estados Unidos)