Torcedores – Notícias Esportivas

“Não sou a próxima Usain Bolt, sou a primeira Simone Biles”, disse a ginasta

Aos 19 anos, nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, nasceu uma nova estrela, uma raridade, um fenômeno que não quer ser comparado e atende pelo nome de Simone Biles. A ginasta americana ganhou duas medalhas de ouro e foi acima de todas outras, literalmente sambando em solo brasileiro.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Foto: Divulgação

Leia mais:

RIO 2016: SIMONE BILES, A UNIÃO DE TÉCNICA E CARISMA PARA BUSCAR MEDALHAS

SIMONE BILES E ARTHUR NORY ESTÃO NAMORANDO, SEGUNDO MÍDIA NORTE-AMERICANA

Simone Biles é a grande estrela da ginástica na atualidade sem sombra de dúvidas. Biles conquistou o ouro, com 62.198 pontos, a frente da compatriota Alexandra Raisman (60.098) e da russa Aliya Mustafina (58.665), tornando-se a primeira mulher em 20 anos a vencer sucessivamente os títulos mundial e olímpico. Ela foi ouro no individual e em grupo.

Na final, Simone Biles caiu em relação a sua nota de classificação, mostrando que uma final tem peso até para os vencedores, não foi muito bem na trave, mas foi no solo que a americana se consagrou,conseguindo a sua melhor nota e mantendo-se na rota para o objectivo de conseguir cinco medalhas de ouro na ginástica artística na mesma edição dos Jogos Olímpicos, algo inédito.A americana ainda escolheu uma música brasileira, arriscou um gingado do samba e sambou em solo brasileiro com muito carisma.

simone biles

Simone Biles, a união de carisma e técnica, buscando medalhas nos Jogos. Foto: Reuters

Simone deu uma firme entrevista a agência Reuters: “Não sou uma celebridade. Sou só a Simone Biles, mas é maravilhoso ser reconhecida por todo o meu sucesso bem como o da equipa dos EUA. Não sou a próxima Usain Bolt ou Michael Phelps, sou a primeira Simone Biles. Vou continuar a ser a mesma Simone. Agora, só tenho duas medalhas de ouro. Esta noite senti que tinha cumprido a minha missão”.

Em outra entrevista, a ginasta americana chegou a dizer que não acreditaria que o Brasil poderia torcer para ela e ficou muito feliz com o apoio.

Com apenas 19 anos, Simone Biles tem razão, ela é mesmo única.