Opinião: Comparação Neymar x Marta é um desrespeito à jogadora

A seleção brasileira de futebol masculino vem acumulando fiascos. Os péssimos desempenhos na Copa América e da Copa América Centenário, além da campanha lamentável que o time vem fazendo nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, está deixando o torcedor cada vez mais descrente com a equipe e os astros que a integram.

Redação Torcedores
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/Instagram

LEIA MAIS:

BRASIL X IRAQUE: CONFIRA OS MELHORES MOMENTOS DA PARTIDA

O principal alvo de críticas da torcida brasileira é Neymar. Capitão da seleção, o badalado craque vem mostrando irregularidade, desequilíbrio emocional e até falta de ritmo de jogo. O que ele ainda não apresentou com a camisa do Brasil em 2016 foi o bom futebol. Por isso, alguns torcedores decidem fazer a comparação entre o craque do time masculino com a estrela da seleção brasileira de futebol feminino, Marta. Acontece que isso é uma enorme injustiça com a jogadora.

Marta vive o lado sem glamour da história. O futebol feminino não tem o respeito e a atenção merecida da CBF, da FIFA e nem das emissoras de TV. Não há equipes de repórteres acompanhando 24 horas a preparação das meninas para a disputa das Olimpíadas Rio-2016 e é assim com qualquer outra competição da qual elas façam parte. Não existem paparazzis ligados na rotina da Marta para saber em qual balada ela anda ou com quem ela sai à noite. O lado financeiro, então, é absurdamente desproporcional. A realidade da jogadora é completamente inversa à de Neymar.

E mesmo assim a estrela do time feminino passa por cima de todas essas dificuldades. Já foi eleita a melhor jogadora do mundo por cinco vezes. Marta é capitã da seleção brasileira e nunca mostrou descontrole diante da arbitragem. Nunca deu respostas atravessadas à imprensa e nunca se negou a falar depois de uma derrota. O que Marta já conquistou com a camisa da seleção, Neymar levará, no mínimo, dez anos para alcançar.

E é por isso que a comparação entre Marta e Neymar é desrespeitosa com a estrela da seleção feminina. Sim, ele ainda é jovem e pode conquistar tudo que a jogadora já tem na carreira. Mas a curto prazo, isso não parece uma realidade para o capitão do time masculino do Brasil. Apesar da qualidade e talento inquestionáveis, o jovem de 24 anos tem muito a aprender com Marta.

Por fim, deixo um trecho da canção “Moleque Atrevido”, dos compositores Jorge Aragão, Flávio Cardoso e Paulinho Rezende, que serviria de recado de Marta para Neymar: “Por isso, vê lá onde pisa, respeite a camisa que a gente suou. Respeite quem pôde chegar onde a gente chegou”.