Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

PR: Federação exclui Cascavel Futsal após investigação judicial

A decisão divulgada na última segunda-feira ocorreu após conclusão de investigação do Ministério Público, que constatou uma série de irregularidades na administração da Fundeavel (Fundação de Esporte Amador de Cascavel). A extinção do CNPJ que deixou equipe sem condições de registro aconteceu em maio.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Crédito da foto: Divulgação/ Cascavel Futsal

LEIA MAIS:
LNF: COMPLEMENTO DA RODADA PODE MEXER NA PONTA DA TABELA

Tudo começou em 2012, quando o Ministério Público Estadual iniciou a verificação de uma série de denúncias contra a Fundeavel, entidade que administrava o chamado esporte amador de Cascavel. O trabalho identificou a falta de prestação de contas, ausência de livros de atas, registros de assembleias e até mesmo a inexistência de contrato entre a agora extinta fundação e o contador que aparece como prestador de serviços.

Pelo acúmulo de problemas, a Fundeavel foi denunciada e em maio deste ano a 4ª vara cível de Cascavel julgou o pedido do MP procedente e assim decidiu pela extinção do órgão. Além do Futsal, a fundação era responsável pela gestão do basquete. A partir daquele momento, parte da gestão do esporte amador passou ao controle da Prefeitura de Cascavel por meio da ACEA (Associação Cascavelense de Esportistas Amadores), a exceção foi o futsal que teve o caráter amador questionado pelo Trbunal de Contas do Estado.

Segundo comunicado divulgado pela Federação Paranaense de Futsal na noite desta segunda-feira, desde que a Fundeavel foi abolida e a ACEA não absorveu a gestão do Cascavel Futsal, o time ficou sem registro de pessoa jurídica (CNPJ) junto a federação, sendo assim, o ato divulgado agora, é consequência da falta de personalidade jurídica autônoma, pois usava o CNPJ da fundação extinta.

O efeito imediato da decisão é que os próximos jogo da equipe, contra o Foz Cataratas no dia 11 de agosto em Foz do Iguaçu e contra o São Lucas de Paranavaí no dia 18 em Cascavel, estão cancelados e a pontuação das partidas concedida aos adversários. Também foi determinada alteração da regra do rebaixamento na Chave Ouro 2016. Como houve eliminação de um dos participantes, apenas o lanterna (hoje a ACF, também de Cascavel) disputará a Chave Prata de 2016. A direção do Cascavel Futsal anunciou que vai recorrer da decisão.