Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Destaque contra o Brasil, Dolly diz que teve Instagram ‘invadido’ por corintianos

A boa atuação no jogo contra o Brasil transformou o sul-africano Keagan Dolly em sonho de consumo de torcedores brasileiros. Na sexta-feira, após o jogo, vários internautas usaram as redes sociais para pedir a contratação do meia por seus respectivos clubes.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Reprodição/Facebook oficial SAFA

Em entrevista exclusiva ao Torcedores.com, o jogador do Mamelodi Sundowns disse que os comentários dos brasileiros desde o empate em 0 a 0 em Brasília chamaram a sua atenção.

“As pessoas têm mandado muitas mensagens no Instagram”, disse Keagan, que também revelou que a torcida do Corinthians tem sido a mais insistente nos pedidos.

Perguntado sobre quais clubes do Brasil ouve falar com mais frequência, o meia respondeu: “Obviamente, Santos. E São Paulo, Corinthians”.

Com a boa participação no jogo de estreia do torneio olímpico, Dolly acabou virando meme. Piadas e montagens com o atleta e a marca de guaraná de mesmo nome começaram a circular pelas redes. “É, vi isso no Twitter”, revelou.

Entretanto, junto com as brincadeiras, também vieram vários elogios à habilidade do capitão e camisa 10 da África do Sul. O meia se disse grato pelos elogios, mas dividiu os méritos com os companheiros.

“É bom saber que reconhecem todo o trabalho duro que você faz, mas acredito que, se não fosse pelo esforço do time, eu não me destacaria. Se não fosse pela defesa indo tão bem, não teria jogado daquela forma. Para mim, pessoalmente, todo o time merece o crédito pelo desempenho”, afirmou.

Em relação ao futuro dos Amaglug-glug no torneio, Dolly mantém os pés no chão.

“(O bom resultado) Não quer dizer que a gente pode relaxar. Não conquistamos nada ainda. Temos dois jogos pela frente e nosso objetivo é avançar para a próxima fase. Queremos mostrar para o mundo que o futebol na África do Sul está crescendo”, explicou.

Dolly, de 23 anos, foi um dos pilares do Sundowns na conquista do último Campeonato Sul-Africano. O meia é fã do futebol brasileiro e, coincidentemente, defende um clube que usa um uniforme idêntico ao da seleção pentacampeã mundial. Não à toa, o apelido da equipe de Pretória é Brazilians (brasileiros, em inglês).

Segundo o jogador, a admiração é antiga.

“O Brasil é o país do futebol. Eu admiro os brasileiros desde pequeno. Sempre assisto aos seus jogadores. Admiro nomes como Ronaldinho Gaúcho e Robinho”, contou.

Por sinal, os dois ídolos citados por Keagan passaram por grandes clubes europeus. E o Velho Continente parece estar, definitivamente, nos planos do capitão da seleção olímpica sul-africana.

“Quero jogar na Europa dentro de dois ou três anos. Porém, isso não depende de mim. Se aparecerem oportunidades, aproveitarei. Acredito que tudo acontece por um motivo. Se eu tiver que ir para o exterior, irei. Caso contrário, fico feliz por continuar na África do Sul, me divertindo com o futebol”, concluiu.

Os Amaglug-glug voltarão a campo amanhã, contra a Dinamarca, em Brasília. Já no dia 10 será a vez de encarar o Iraque em São Paulo.