Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Internacional comemora saída do Z4, mas diretoria alerta: “Vai ser sofrido até o final”

A vitória por 2 a 1 diante do Santos nesta quinta (8) no Beira-Rio tirou o Internacional da zona de rebaixamento do Brasileirão. O vice de futebol Fernando Carvalho vê o momento como um divisor de águas.

Bia Palumbo
Colaboradora do Torcedores.com.

Crédito: Crédito da imagem: Ricardo Duarte

LEIA MAIS:
Zagueiro do Inter bate a cabeça, desmaia e deixa o campo de maca; veja o lance
Internacional x Santos: Veja os gols do jogo

“Foi um dia muito duro no Beira-Rio, mas não adianta vai ser assim até o final, esse sofrimento. O Internacional precisa melhorar muito e ter equilíbrio. Quebrar sequência de derrotas contra uma equipe postulante ao titulo nos enche de alegria, mas essa euforia momentânea tem que ser contida porque é jogo a jogo, passo a passo. Na hora da reza falei aos jogadores que não poderíamos nos empolgar. Precisamos de trabalho e dedicação”, declarou Fernando Carvalho ao sair do Beira-Rio.

Esta foi a primeira vitória do Internacional em 84 dias. O atual campeão gaúcho que no primeiro turno chegou a brigar pela liderança caiu de produção, trocou de técnico e acumulava 14 jogos sem vencer. A conquista de virada sobre o Santos aconteceu com Seijas e Aylon, que marcaram após Ricardo Oliveira abrir o placar no primeiro tempo.

O Santos reclamou muito a expulsão de Lucas Lima, que levou segundo amarelo após retardar o início de jogo. “É uma questão de critério, se o árbitro expulsou é porque achou que foi cera”, limitou-se a dizer o ex-presidente.

Fernando Carvalho também elogiou o autor do gol da vitória. “Aylon cheira gol, criou um lance perigoso, finalizou com precisão e ainda salvou um gol do adversário”, comemorou. Por outro lado, também mostrou preocupação com o lateral esquerdo Geferson, que falhou no lance do gol santista. “Este tipo de coisa acontece com qualquer um, mas fiquei chateado mais por ele, que está retornando à titularidade. Ele conseguiu se recuperar e crescer no jogo, fez um passe para o gol do Seijas com o pé direito, algo que ninguém esperava porque não é o forte dele”, completou.