CBV deve manter José Roberto como técnico da Seleção Feminina

A Seleção Brasileira Feminina de Vôlei deve contar por mais algum tempo com seu técnico. Segundo o Uol Esporte, o técnico José Roberto Guimarães está prestes a renovar seu acordo com a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) para permanecer à frente do selecionado nacional.

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Foto: Alexandre Loureiro/Inovafoto/CBV

LEIA MAIS

TITE DIZ QUE EX-CORINTHIANS “PODERIA SER CONVOCADO SE NÃO ESTIVESSE NA SÉRIE B DA CHINA”

ENTREVISTA: JORNALISTA E CADEIRANTE CONTA COMO FOI COBRIR AS PARALIMPÍADAS

A entidade ainda não confirmou de forma oficial o fechamento do acordo, mas os dois lados estão muito perto, segundo as informações de acertar um novo vínculo, cuja duração e termos não foram revelados. A tendência é de que a renovação seja anual, como aconteceu em outras oportunidades.

A permanência do técnico bicampeão olímpico com a Seleção Feminina deve dar início ao planejamento para o ciclo visando os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, onde o Brasil tentará se recuperar após a eliminação nas quartas de final do Rio 2016 para a China, que viria a ser campeã do torneio. Além da reposição de jogadores como Sheila e Fabiana, que se despedem da Seleção, a busca por um novo grupo de jogadoras visando a competição japonesa será prioridade do treinador.

A próxima competição internacional no calendário da Seleção Brasleira Feminina de Vôlei e o começo de mais uma etapa na carreira de José Roberto Guimarães será o Grand Prix, em 2017.