Faustão relembra gafes de jogadores em seus tempos como repórter de campo

Faustão participou do ‘Programa do Jô’, na última sexta-feira (2), e em clima bastante descontraído, relembrou seus tempos de repórter de campo e entregou algumas gafes dos jogadores. “Sou dos tempos em que treinador dava a instrução: Já cagaram, já mijaram, beija o Santo e vai para o campo. Então, apesar da ditadura, dava para esperar qualquer coisa dos jogadores ao microfone”, disse Faustão.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Foto: Reprodução

LEIA MAIS:
MELANCIA NAS COSTAS ? FAUSTÃO CONTA COMO O JORNALISMO ESPORTIVO LHE AJUDOU COMO APRESENTADOR
APÓS NOVA DERROTA, VASCO É DETONADO POR COMENTARISTA DO SPORTV

Jô Soares convidou Faustão, que dificilmente dá entrevistas, para a última temporada do ‘Programa do Jô’. Ao lembrar sua vida de repórter de campo, Fausto Silva lembrou de gafes que os jogadores davam aos microfones e aproveitou para cornetar a atual geração. ‘Hoje falam mais (bobagens) e jogam menos’.

Perguntado sobre qual a coisa mais esdrúxula que já ouviu em campo, Faustão não titubeou.

” Já ouvi jogador falar: ‘Hoje estou realizando um sonho’. Mas que sonho, um jogo pelo Brasileirão em Belém do Pará. Ele disse: ‘É estou jogando onde Jesus nasceu, em Belém’.

Faustão também representou um jogador de futebol que apoiava um pé no banco de reservas e amarrava a chuteira que ficava no chão: “Era burro ou não era”, brincou.

“Teve uma vez que tinha acabado de lançar chicletes no Brasil em formato de bolinha, um jogador bebeu aquilo com água. Imagina aquilo no estômago”.

“Outro, jogador fez aniversário e eu fui falar com ele e a resposta: ‘É fizeram uma festinha para mim hoje na concentração e cantaram Parabéns para Você pra mim’.

Faustão entregou ainda o jogador que ganhou um Motorádio — que era a marca de um rádio da época. O jogador teria agradecido ao vivo e dito que a Moto ficaria para ele enquanto o rádio seria doado a um tio.

Ainda, segundo o apresentador, ainda houve um jogador que perguntado sobre o que tinha achado do jogo respondeu: ” Eu não achei nada, mas o Mirandinha achou uma correntinha”.

Faustão no Programa do Jô na íntegra (assista)