GUIA NFL 2016: Buffalo Bills

A partir desta quinta-feira (08/09), começa a nova temporada da NFL. São 32 times separados em duas divisões na briga pelo tão desejado título do Superbowl. O Torcedores.com preparou um guia completo falando um pouco mais dos 32 times. Você saberá o que mudou em relação ao ano passado, quem saiu, quem chegou e as expectativas de cada time para a temporada. Neste texto, falaremos um pouco sobre o Buffalo Bills. Confira.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

LEIA MAIS:
GUIA NFL 2016 – ANÁLISE DOS 32 TIMES

 

BUFFALO BILLS

fundação: 1960

títulos de Superbowl: 4 (2001, 2003, 2004, 2014)

rivais de divisão: , Miami Dolphins, New England Patriots e New York Jets

 

Como foi em 2015?

Em 2014, o Buffalo Bills bateram na trave para ir aos playoffs. Com uma das quatro melhores defesas da NFL no ano e com reforços, esperava-se que o time finalmente conseguiria atingir a pós temporada depois de muito tempo. Mas, mais uma vez, o time do técnico Rex Ryan decepcionou. 8 vitórias e 8 derrotas foram insuficientes e o time ficou de fora outra vez

 

O que funcionou/ O que não funcionou em 2015?

A defesa, triunfo dos Bills em 2014, caiu de produção e prejudicou o time que melhorou em outros setores, principalmente no ataque. Os running backs, liderados por Lesean McCoy (foto), foram os melhores da NFL em 2015. Foram bastante ajudados pelo fato de terem um quarterback consistente durante o ano inteiro,  um avanço  para os Bills, que constantemente sofrem na posição.Tyrod Taylor, teve um bom ano, principalmente ao lado do wide receiver Sammy Watkins. O problema defensivo foram as mudanças táticas e estratégicas promovidas pelo técnico Rex Ryan, que desagradou alguns jogadores da linha defensiva e não foram absorvidas pelos jogadores de maneira geral.

 

Bills at Redskins 12/20/15

Quem saiu e quem chegou para 2016?

O linebacker Mario Williams, um dos principais nomes da defesa dos Bills em 2014, não gostou nada do novo esquema do técnico Rex Ryan e reclamou diversas vezes publicamente. Todo o desgaste levou o corte do jogador, agora no rival Miami Dolphins. O também linebacker Nigel Bradham, eficiente em 2014, não rendeu o necessário com Rex Ryan e foi para a Philadelphia. Saíram também o wide receiver Chris Hogan, o cornerback Leodis McKelvin, o ofensive guard Kraig Urbik e o safety Bacarri Rambo. O experiente wide receiver Percy Harvin se aposentou. O time trouxe o linebacker Zach Brown, o safety Robert Blanton, o conerback Corey White, o center Fernando Velasco e o tight end Jim Dray.

 

O que esperar em 2016?

Mesmo sem render em 2015 como em 2014, os principais jogadores que deixaram o time tinham um grande talento que não foi reposto para 2016. Shaq Lawson e Reggie Ragland, dois jogadores trazidos por Rex Ryan no draft e que serviriam de imediato em seu sistema defensivo, perderão boa parte da temporada por conta de lesões. Os jogadores que vieram na free agency não trazem impactos profundos ao time. Apesar disso, nomes de talento que estiveram em 2014 com o time, como Jerry Hughes e Marcell Dareus, estarão novamente neste ano com os Bills, e Rex Ryan e um grande estrategista defensivo. No ataque, os destaques são a linha ofensiva e os running backs, que devem seguir bem em 2016.O quarterback Tyrod Taylor (foto) também ajuda neste setor e formará novamente uma dupla de perigo com Sammy Watkins. O time do Buffalo Bills é bastante novo e tem talento, mas enfrentará adversários muito fortes este ano e ainda tem que jogar duas vezes com o New England Patriots. Se Rex Ryan conseguir acertar a defesa e fazer com que ela jogue do mesmo modo que em 2014, as chances dos Bills aumentam consideravelmente.

tyrod