GUIA NFL 2016: Philadelphia Eagles

A partir desta quinta-feira (08/09), começa a nova temporada da NFL. São 32 times separados em duas divisões na briga pelo tão desejado título do Superbowl. O Torcedores.com preparou um guia completo falando um pouco mais dos 32 times. Você saberá o que mudou em relação ao ano passado, quem saiu, quem chegou e as expectativas de cada time para a temporada. Neste texto, falaremos um pouco sobre o Philadelphia Eagles. Confira.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

LEIA MAIS:
GUIA NFL 2016 – ANÁLISE DOS 32 TIMES

 

PHILADELPHIA EAGLES

fundação: 1933

titulos de Superbowl: nenhum

rivais de divisão: Dallas Cowboys, New York Giants e Washington Redskins

 

Como foi em 2015?

Os Eagles viveram um 2015 desastroso, principalmente pelas discussões e desentendimentos entre o técnico Chip Kelly e os jogadores. Seu sistema não funcionou, as contratações não renderam e a defesa do time não contribuiu. O resultado foi uma campanha de 7 vitórias e 9 derrotas.

 

O que funcionou/ O que não funcionou em 2015?

Os Eagles tiveram uma boa campanha em 2014 e brigaram pelos playoffs até o fim. Para 2015, investiram bastante dinheiro em jogadores no free agents, como Byron Maxwell, Kiko Alonso e principalmente o running back Demarco Murray, vindo de um excelente ano com o Dallas Cowboys e a tendência é que estivessem ainda melhor. Nenhuma das aquisições funcionou, muito menos as chamadas do técnico Chip Kelly. Para piorar, os quarterbacks Mark Sanchez e Sam Bradford não renderam e o time teve um ano péssimo. Somente a linha defensiva e alguns jogadores como Malcon Jenkings (foto) e Jordan Matthews foram bem em 2015

malcon jenkings

 

Quem saiu e quem chegou para 2016?

Além do técnico Chip Kelly, todas as principais contratações do Philadelphia Eagles para 2015 se foram. Murray foi para os Titans e Kiko Alonso/Byron Maxwell para os Dolphins. No final de agosto, o time conseguiu “se livrar” do quarterback Sam Bradford, graças a uma lesão séria do quarterback dos Vikings, Teddy Bridgewater.

O time investiu muito na principal posição do futebol americano novo no draft 2016, trocando algumas escolhas para escolher mais para cima e trazer o quarterback Carson Wentz, bom talento da faculdade de North Dakota State. Ele é a aposta do time para o futuro dos Eagles. Na free agency, chegaram o ofensive line Stifen Wisnieski e o defensive back Rodney McLeod.

carson wentz

O que esperar em 2016?

É um time em reformulação e que mudará absolutamente em tudo em relação a 2015. O novo técnico Doug Peterson (ex-coordenador ofensivo do Kansas City Chiefs em 2015) terá sua primeira experiência como técnico e terá um árduo trabalho pela frente.

O novato Carson Wentz terá a missão de comandar o time. Apesar de possuir talento, é muito raro ver um novato conseguir levar um time não tão forte no papel e em processo de reformulação aos playoffs. O running back Ryan Matthews e o wide receiver Jordan Matthews, melhores jogadores do time no  ataque, tentarão ajudar o calouro. Os outros wide receivers e tight ends não empolgam muito e a linha ofensiva não tem nenhum jogador extraordinário.

O melhor do Eagles é a linha defensiva, liderada por Fletcher Cox (foto), um dos melhores defensive ends da NFL. O safety Malcon Jenkings é outro que vem de uma boa temporada em 2015. Mas é importante ressaltar que a NFL não vive de performances individuais e como time, os Eagles ainda estão um pouco abaixo e não conseguiram se reforçar adequadamente, principalmente no draft, onde trocaram escolhas para adquirir o quarterback Carson Wentz. Dos quatro times da divisão leste da AFC, os Eagles aparentam ser o mais fraco

fletcher cox