Palmeiras: Alexandre Mattos tira onda com apresentador santista da ESPN

A rivalidade entre Palmeiras e Santos cresceu muito na temporada passada, reflexo das decisões que os dois clubes protagonizaram dentro de campo, como as finais do Campeonato Paulista e da Copa do Brasil, além das semifinais do Paulistão deste ano. Nesta quinta-feira (15), Alexandre Mattos, diretor de futebol do Verdão, esteve no programa Bate Bola na Veia, da ESPN Brasil, e brincou com o apresentador João Carlos Albuquerque, santista assumido.

Marcel Thomé
Colaborador do Torcedores.com

Crédito: Foto: Divulgação/ESPN

LEIA MAIS:

VEJA A PROMESSA QUE GABRIEL JESUS QUEBROU NO JOGO DO VERDÃO CONTRA O FLAMENGO
APÓS VITOR HUGO, VERDÃO ESTÁ PRÓXIMO DE RENOVAR COM MAIS UM JOGADOR

Ao lado de Thiago Scuro e Rodrigo Caetano, dirigentes de Cruzeiro e Flamengo, respectivamente, Mattos participou da primeira parte do programa que foi reservada para discutir a profissão dos convidados, além da profissionalização do futebol.

Quando o programa foi para o intervalo e os convidados estavam se despedindo do apresentador e dos comentaristas, o Canalha (apelido de João Carlos Albuquerque) cutucou Mattos dizendo que ele não havia levado uma camisa do Palmeiras de presente porque não gostava do apresentador.

O dirigente do Palmeiras riu e tirou onda em seguida: “O Vitor Hugo (zagueiro do Palmeiras) mandou um abraço para você depois da vitória na final da Copa do Brasil“, brincou Mattos, ainda rindo.

Confrontos entre Palmeiras e Santos em 2016

Nesta temporada, as duas equipes já se enfrentaram em três oportunidades, todas terminadas em empate.

Na fase de classificação do Paulistão, o duelo disputado no Allianz Parque terminou em igualdade por 0 a 0. Já na semifinal, em jogo único disputado na Vila Belmiro, novo empate por 2 a 2 no tempo normal, com o Peixe levando a melhor nas penalidades, resultado que o levou à final.

Já no primeiro turno do Brasileirão, Palmeiras e Santos voltaram a se encontrar na casa alviverde e novo empate, desta vez, por 1 a 1.

Os dois clubes ainda vão se encontrar pelo menos mais uma vez em 2016, mas podem chegar a ter mais três duelos.

Pelo segundo turno do Brasileiro, os clubes vão se encontrar com mando santista e pode ainda ocorrer um encontro pela Copa do Brasil, caso ambos avancem às próximas fases da competição.