Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Pela primeira vez, Paulo Roberto Falcão fala sobre a sua saída do Inter

Demitido depois de cinco jogos e 27 dias após ter assumido o cargo, o técnico Paulo Roberto Falcão falou pela primeira vez sobre a sua demissão do Inter. Ele optou por evitar fazer críticas ao presidente Vitorio Piffero e à direção colorada, mas admitiu ter sido pego de surpresa com o comunicado do seu afastamento. Falcão deixou o comando do Inter um dia depois do empate em 2×2 contra o Fluminense, no Beira-Rio.

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Ricardo Duarte/ Site Internacional

LEIA MAIS:

Maicon revela o que disse ao torcedor na saída de campo contra o Atlético-MG

Tradicional locutor esportivo muda de emissora no Rio Grande do Sul

“O Vitorio me pediu desculpas e disse que não teve como me dar apoio. A justificativa foi apenas sobre os resultados. Ele foi muito elegante, disse que futebol é resultado. A vida continua. Ele falou que não queria ter me posto nesta situação”, revelou Falcão, em entrevista à Rádio Gaúcha.

Recentemente, Falcão esteve na Itália participando da gravação de um documentário para o Roma, clube que defendeu com muito sucesso na década de 80. O ex-jogador revelou ter ficado muito satisfeito por ter sido lembrado para treinar o Inter, mas disse que “não sou obrigado a concordar” com a demissão.

“As coisas são muito rápidas. Eu não esperava ser convidado e fiquei muito feliz. Mas eu também não esperava ser demitido. Eu ainda não tô com o estômago preparado para muitas coisas. Mas eu estou um pouco melhor em relação a minha demissão. A realidade brasileira tem que mudar. Eu não sei responder o porquê da minha demissão em 25 dias. Só resultado? Não sei não (…) Eu respeito as decisões, mas não sou obrigado a concordar”, comentou o treinador.

No Inter, Falcão comandou a equipe em cinco jogos, com dois empates (Ponte Preta e Fluminense) e três derrotas (Palmeiras, Corinthians e Cruzeiro), sendo duas delas no Beira-Rio. O Inter trocou Falcão por Celso Roth e, na rodada passada, depois de tanto flertar, ingressou na zona do rebaixamento. Falcão garante que segue torcendo para o ex-clube.

“Tomara que o Internacional saia desta situação o mais rápido possível. Com os reforços, o time só tende a melhorar”, finalizou Paulo Roberto Falcão.