Torcedores – Notícias Esportivas

Presidente do Corinthians revela que reduziu dívida do clube em R$ 140 milhões

Presidente do Corinthians, a temporada de 2016 para Roberto de Andrade não tem sido nada fácil. Teve que passar por dois desmanches, perda de técnico para seleção, poucas reposições frente a situação financeira que o mercado oferece e ainda recebendo inúmeras críticas da torcida. Mas de uma coisa ele pode se orgulhar, já que umã de suas ideias está caminhando positivamente: reduzir a enorme dívida do clube.

Roberto Junior
Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.

Crédito: Crédito da foto: © Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

LEIA MAIS
ALESSANDRO OFICIALIZA CARILLE E NÃO GARANTE AUXILIAR NO COMANDO ATÉ O FIM DE 2016
PRESIDENTE DO CORINTHIANS FALA SOBRE NEGOCIAÇÃO DOS NAMING RIGHTS DA ARENA
SAIBA QUANTO O CORINTHIANS FATUROU COM AS VENDAS DE JOGADORES EM 2016

Em entrevista ao Blog do Ohata, Roberto de Andrade revelou que a dívida que o Corinthians acumulou nos últimos anos diminuiu significantemente em relação ao ano do hexacampeonato brasileiro conquistado pelo clube. Ou seja, de 2015 até agora, as dívidas diminuíram em R$ 140 milhões.

“Todas as negociações de jogadores no ano nos rendeu em torno de R$ 117 milhões. Gastamos R$ 65 milhões na recomposição do grupo, e o resto foi usado no dia-a-dia. Fechamos o balanço de 2015 com um passivo de, mais ou menos, R$ 490 milhões. No balancete que lançaremos agora, estamos com um passivo de R$ 350 milhões”, contou Roberto de Andrade.

O mandatário completou que esse trabalho tem rendido diversas críticas dos corintianos, mas ele afirmou que prefere ser detonado pela torcida do que ver o clube quebrado.

“Estou sendo muito contestado, principalmente pela torcida. Até entendo, também sou torcedor. Falando como torcedor, quero um time forte, quero que se f… as finanças do clube. Se eu tivesse pensando só no meu mandato, esse número estaria R$ 490 milhões, ou R$ 550 milhões, e eu teria 11 p… jogadores ganhando R$ 1 milhão por mês. Estaria sendo carregado por aí, seria lembrado como o presidente que ganhou isso, ganhou aquilo, levantariam um pedestal, e eu deixaria a bomba para depois quem chegasse. Não vou fazer isso”, finalizou.

Uma das principais críticas dos corintianos é em relação a saídas de grandes jogadores e as não reposições a altura. No último sábado, no clássico contra o Palmeiras, Roberto de Andrade foi duramente criticado e acabou rebatendo os torcedores. Em coletiva pós-jogo ele se desculpou.