Rafael Vaz relembra tempo de volante em gol e diz que Fla tem a cara de Zé Ricardo

O Flamengo venceu o Figueirense atuando no Pacaembu por 2 a 0 pela vigésima sexta rodada do Campeonato Brasileiro. O primeiro gol, marcado por Willian Arão, saiu de um lançamento perfeito feito por Rafael Vaz. O zagueiro disse que a facilidade no passe vem da época que era volante na base, mas que prefere muito mais defender e evitar um gol do adversário.

Allan Abi Madi
Colunista do Torcedores.com.

Crédito: Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

LEIA MAIS:
Fla confirma negociação com Maracanã e Arena Deodoro e Bandeira elogia as demais ‘casas’
Vice do Flamengo conta detalhes da discussão entre dirigentes e torcida do Palmeiras
VP do Flamengo revela que jogadores lamentaram não aumentar saldo contra o Figueira
Damião destaca união do elenco do Flamengo e avisa: ‘não permitimos oba-oba’
Diretor revela motivo do Flamengo ter optado por não vender jogadores na janela

 

– Na minha base, fui volante. Acho que foi isso que me ajudou. Quando mudei, trouxe um pouco dessa qualidade para o setor defensivo. Fui feliz no passe, mas prefiro ficar defendendo ainda. Foi uma boa jogada, está tudo bem. Tirar um bola sobre a linha para mim é bem melhor.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Vaz avaliou ainda se a partida do último domingo foi sua melhor com a camisa do Flamengo.

– Estou muito feliz, vivendo um bom momento, espero aproveitar. Não posso dizer que foi a minha melhor partida, mas foi a mais consistente. Fiz mais o meu papel, não fiquei querendo lançar demais. Estou muito feliz aqui, não tenho muito que dizer. Clube me abraçou e estou tentando responder.

Ao falar do bom momento do time no Campeonato Brasileiro, o zagueiro fez questão de ressaltar que um dos grandes responsáveis é o técnico Zé Ricardo, afirmando que o comandante rubro-negro tem todo o elenco na mão.

– O Flamengo hoje tem a cara do Zé. Pode não ter trabalhado em outro clube, mas conseguiu trazer isso, técnico de muita qualidade. A personalidade, time agressivo, que joga para frente. É difícil falar dele. Estamos no caminho certo, ele tem o grupo na mão. Independentemente de quem jogue, de quem ele tira ou não, ninguém fica chateado. Ele tirou o Diego contra o Palmeiras, por exemplo.

 

Flamengo

Foto: Reprodução/Site Oficial do Flamengo

 

 

Veja outros trechos da entrevista do camisa 33:

 

SALTO NA CARREIRA:

– Coloquei uma meta de que teria de ser um ano especial. Ou vai ou racha, foi o que coloquei na cabeça. Não poderia mais oscilar. É o que estou tentando fazer. Existe pressão interna, mas faço pressão comigo mesmo.

 

Rafael Vaz - Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

Rafael Vaz –
Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

 

JEJUM DE GOLS:

– Faz tempo, né? Até falei com meus amigos que está na hora. Mas vamos esperar, uma hora chega. Tudo no tempo certo. Todo jogador sente falta de fazer gols, mesmo se for um defensor. Vamos ver quando acontece?

 

BRIGA PELA LIDERANÇA NO BRASILEIRÃO:

– Estamos tentando fazer a nossa parte, tentando chegar na liderança. Ainda tem muito campeonato. Espero que nosso time chegue lá na ponta na hora certa, para que não fique oscilando. Estamos tentando trabalhar, fazer a nossa parte. Quando pudermos assumir a liderança, estarmos prontos. Pensei que a liderança viria no domingo, mas não aconteceu. Temos que ganhar todas possíveis. Quando eles derem uma brecha, a gente aproveitar.

 

GANHAR BRASILEIRO E SUL-AMERICANA:

– Estamos querendo ganhar alguma coisa. O grupo tem jogadores de muita qualidade. É para jogar os dois campeonatos e chegar bem nas duas. O Flamengo vai estar jogando e quem jogar vai dar o melhor.

 

OFENSIVIDADE DO TIME:

– Muito difícil falar disso. Depende da partida. O Professor cobra para não desformatar a linha, mas dá liberdade para jogarmos quando temos a bola. Ele só pede cuidado e para sermos eficientes. Eu tenho que chegar e fazer a coisa certa. Depois pode ter um buraco por uma coisa que não é nem minha função.

 

DUPLA RÉVER E VAZ:

– Chegamos aqui com vontade de ganhar, sabíamos da responsabilidade. Assimilamos e tudo deu certo, nos damos bem. As coisas estão acontecendo dentro de campo. Mais por isso. Decidimos encarar esse desafio e estamos em busca de títulos.

 

 Réver e Rafael Vaz - (Foto:Gilvan de Souza / Famengo)

Réver e Rafael Vaz – (Foto:Gilvan de Souza / Famengo)

 

SAUDADE DO MARACANÃ:

– Louco de vontade de jogar no Maracanã. Sempre disseram que o Maracanã pelo Flamengo é diferente. Não vejo a hora. Pedir para os caras liberarem logo o Maracanã. A gente merece jogar em casa também, sentir o apoio da torcida, que é muito importante.

 

RIO DE JANEIRO, BRAZIL - NOVEMBER 06: Fans of Flamengo cheer during a match between Flamengo and Goias as part of Brazilian Cup 2013 Semifinal at Maracana Stadium on November 06, 2013 in Rio de Janeiro, Brazil. (Photo by Buda Mendes/Getty Images)

Maracana (Photo by Buda Mendes/Getty Images)

 

O Flamengo volta a campo na próxima quarta-feira, mas agora pela Copa Sul-Americana, quando visita o Palestino (CHL), em Santiago. Já no fim de semana, o time rubro-negro encara o Cruzeiro, em Cariacica (ES).

 

Veja os melhores momentos da vitória rubro-negra por um ângulo diferente, de dentro do campo:

 

 

CONFIRA AINDA 2 ESPECIAIS FEITOS PELO TORCEDORES.COM:

Brasileirão gringo! Veja os estrangeiros contratados no fim da janela

LIVRES!!! 19 jogadores que ficaram SEM contrato em Junho e podem ser bons reforços  

Foto: Divulgação

Curtiu essa matéria? Siga o autor no Twitter: Allan Abi Madi – @allanmadi