Tite se rende ao talento de Gabriel Jesus: “De 9 ele é letal”

O atacante Gabriel Jesus ganhou grande destaque nos primeiras jogos de Tite no comando da seleção. Rápido, driblador e com bom poder de finalização, a jovem revelação do Palmeiras, que já foi até vendida ao Manchester City, da Inglaterra, fez dois gols importantes na vitória sobre o Equador e teve boa atuação frente aos fortes zagueiros colombianos.  

Péterson Neves
Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale. Contato: petersongneves@gmail.com

Crédito: Crédito da Foto: Pedro Martins / MoWA Press

LEIA MAIS
DEPOIS DE DOUGLAS COSTA, BRASIL PODE PERDER MAIS DOIS TITULARES POR LESÃO
TITE DIZ QUE EX-CORINTHIANS “PODERIA SER CONVOCADO SE NÃO ESTIVESSE NA SÉRIE B DA CHINA”
VENDA DE INGRESSOS PARA BRASIL E COLÔMBIA COMEÇA NESTA QUINTA-FEIRA

Em entrevista ao site da Veja, o treinador já revela que vê com bons olhos a chance de manter o jogador como o novo camisa 9.

“O Gabriel pode jogar na ponta, mas de 9 ele é letal. Se ele recebe um passe por cima, contra uma defesa alta, com a velocidade que tem, só para dentro do gol. Além disso, conversei com Muricy Ramalho e Dorival Júnior e eles me disseram que o Neymar se sente mais confortável da esquerda para o centro, flutuando por trás dos volantes. E minhas observações sobre o Barcelona comprovaram que é mesmo ali que ele rende mais. No futuro, poderia levá-lo para a direita, mas esse é um estágio de evolução. O Gabriel Jesus pode ser o 9, tem todos os predicados. É jovem, vai desenvolver o cabeceio, o chute de perna esquerda”, analisou Tite.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Após as duas vitórias sobre Colômbia e Equador, o Brasil de Tite saltou da sexta para a segunda posição das Eliminatórias da Copa da Rússia. A Seleção começa a se preparar para os duelos contra Bolívia, no dia 6, e Venezuela, no dia 11, no final da próxima semana.