Euforia? Saiba mais sobre a seleção portuguesa

Ainda em clima de seleções, voltemos a falar de seleção portuguesa de futebol, e também de todo entusiamo que mídia e sociedade colocam em cima da seleção que há muito tempo já se trabalhava para formar. A seleção portuguesa de futebol, tem apresentado bons resultados tanto em formação, quanto em competições, desde a final do mundial sub 20 de 2011, derrotado pelo Brasil na final em um jogo que foi apenas decidido na prorrogação, junta-se a isso ao fato de Portugal ter consigo ficar entre as 4 melhores seleções no Europeu sub 19 nos últimos 6 anos, sendo uma final e duas semifinais. Desconhecido ainda no Brasil, o futebol português passa por um momento de euforia a tempos, e que foi corado recentemente com o título da Eurocopa meses atrás, diante de uma fortíssima seleção francesa, que inclusive é uma das favoritas ao mundial de 2018 na Rússia, cujo a mesma tinha histórias marcantes de forma negativa no futebol português.

Rodrigo Costa
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução: Facebook oficial Bayern de Munique

Ao contrário que se imagina no Brasil, a euforia do povo português e a imprensa não nasceu com o título da Eurocopa deste ano, ela é fruto de uma geração que começa a ganhar força, aliada a uma base consolidada, que já contava com nomes como, Rui Patrício, Pepe, Ricardo Carvalho, Fábio Coentrão, André Gomes, João Moutinho, Ricardo Quaresma e nada mais nada menos que Cristiano Ronaldo. Junta-se a essa base nomes que surgem com muita força, como João Mário que fez um nacional esplêndido com a camisa do Sporting, Renato Sanches, que além de ter feito uma Eurocopa impecável, foi talvez o principal pilar do time, junto a Jonas, para a conquista do título nacional do Benfica na última temporada, e a grata surpresa na Euro, que antes eram visto como solução a temporária ausência de Fábio Coentrão, mas que hoje é realidade, que se chama Raphael Guerreiro.

A euforia também não é dada apenas a imprensa portuguesa, atual contratação do Bayern de Munique, Renato Sanches é apontado como uma das mais gratas revelações do futebol europeu na última temporada, o garoto ainda é uns dos favoritos a vencer o Golden Boy, que é o prêmio atribuído ao atleta de melhor desempenho na Europa que tenha menos de 21 anos, na disputa encontram-se ainda mais dois portugueses, Rúben Neves do Porto e Gonçalo Guedes do Benfica. O canal de notícias “Zero Zero” na última terça-feira, elencou a lista de jogadores mais promissores que podem render ainda muita alegria ao povo português, e na matéria não faltou entusiamo, ao elencar jogadores já prontos para o embate mas que estavam afastados por conta de lesões, que é o caso de Bernardo Silva do Mônaco, e nomes que prometem crescer muito já nesta temporada, devido ao espaço que ganham em seus clubes, caso de Nélson Semedo do Sporting, Rúben Neves do Porto, Gonçalo Guedes do Benfica, André Silva do Porto, Gelson Martins do Sporting, Bruno Fernandes da Sampdoria, Salvador Agra do Nacional e Gonçalo Paciência do Porto que teve destaque nos jogos olímpicos no Rio, por fim de forma tardia mas ao que parece agora constante, a evolução de João Cancelo, promissor lateral direito formado pelo Benfica e que vem crescendo bastante no futebol espanhol, vestindo a camisa do Valência.

Assim podemos concluir que a euforia diante da seleção portuguesa, não é meramente pelo título da Eurocopa, que ajudou sim a deixar o entusiamo muito elevado, mas o mesmo já existia e muito, notava-se pelas campanhas publicitárias em torno da seleção portuguesa antes da Euro, e será ainda mais forte, com o natural crescimento desses atletas, que já vem conquistando resultados importantes nos campeonatos de base (sub 17 e sub 20). Talvez num futuro próximo ouviremos falar mais vezes do futebol português, e talvez a cada dia mais a surpresa em ver os bons resultados, será trocada pela justiça e admiração ao bom trabalho apresentado.