Ex-campeão do UFC, Jon Jones é finalizado por garota em torneio nos EUA

O norte-americano Jon Jones é considerado um dos maiores lutadores de MMA da atualidade. Campeão interino da categoria dos meio-pesados (até 93kg) do UFC, no entanto, está impedido de lutar por causa de uma falha em exames antidoping antes do UFC 200 – evento que aconteceu em julho. Enquanto aguarda audiência na Usada (Agência Antidoping dos Estados Unidos), que acontecerá no próximo dia 31, “Bones” vai lutando em eventos menores. E em um desses, o lutador foi finalizado por uma garota.

Matheus Adami
Jornalista, editor do Torcedores. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.

Crédito: Reprodução/YouTube

LEIA MAIS:
MCGREGOR ESPERA QUE RONDA SE INSPIRE EM SEU RETORNO
BISPING ATACA USO DE ESTERÓIDES FEITO POR BROCK LESNAR

No último fim de semana, Jon Jones estava na cidade de Phoenix, nos Estados Unidos, participando de um evento de luta agarrada sem quimono. O atleta do UFC estava apenas estrelando uma sessão de autógrafos. Mas acabou convidado a lutar.

Jon Jones venceu os dois primeiros adversários. E quando chegou à terceira luta, foi surpreendido por uma garota, que finalizou o ex-campeão do UFC com uma chave de braço. “Bones”, claramente, não lutou com toda a energia que demonstra no octógono. Mesmo assim, foi derrotado.

No MMA profissional, Jon Jones tem 22 vitórias e apenas uma derrota – para Matt Hamill, em 2009, por desqualificação por causa de um golpe ilegal. Entre março de 2011 e abril de 2015, “Bones” foi o campeão da categoria dos meio-pesados.

Por conta de problemas judiciais, Jones foi destituído do cinturão, que passou à cintura de Daniel Cormier. Em abril de 2016, Jon Jones passou a ser o campeão interino ao derrotar Ovince Saint Preux.

“Bones” e Cormier deveriam se enfrentar no UFC 200, em julho, pela unificação dos cinturões. Mas Jones foi flagrado nos exames antidoping e foi retirado do card.