Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Opinião: 10 grandes DECEPÇÕES do Brasileirão 2016

Nem tudo é perfeito nos elencos que disputam o Brasileirão. Até nas melhores equipes, podemos detectar algumas peças que chegaram sob expectativas, e não vingaram.

Bruno Barbato
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Gilvan de Souza - Flamengo

Listei as 10, que julgo ser as grandes decepções da Série A, lembrando, que neste caso, são atletas que são bons jogadores, contam com altos salários mas não realizaram grandes aparições na edição 2016 do nacional.

Cleiton Xavier

Camisa 10 do Palmeiras, chegou pra ser o substituto de Valdívia, e de certa forma foi. Conviveu com lesões e mais recentemente amarga o banco de reservas da equipe comandada por Cuca.

As melhores notícias de esportes, direto para você

 
Cesar Grecco / Agência Palmeiras

Cesar Grecco / Agência Palmeiras

 

Paolo Guerrero

Camisa 9 do Flamengo, chegou com status de grande reforço para os cariocas, e em 2016 tinha a expectativa de ser “o cara”. No entanto, são apenas 5 gols no Brasileirão, e a concorrência de Felipe Vizeu e Leandro Damião no ataque.

Michel Bastos

No desfigurado São Paulo, Michel não conseguiu se destacar sem as presenças de Ganso e Calleri, e muito pelo contrário, vem sendo um dos mais cobrados pelo torcedor.

Sequer marcou um gol na atual edição do Brasileirão.

Arouca

Em 2015 chegou com status de titular absoluto ao Palmeiras, mas pouco colaborou. Em 2016 a situação piorou, e Arouca, atualmente é a 6ª opção de volante para Cuca.

Dátolo

Camisa 10 do Galo, Dátolo foi o armador da equipe campeã da Copa do Brasil em 2014 e no vice-campeonato brasileiro de 2015.

Porém, com os reforços do Atlético-MG, a chegada de Marcelo Oliveira e as lesões, Dátolo pouco fez em 2016.

Lucas Lima

Craque do Peixe, Lucas Lima não vive seu melhor momento, mesmo ainda sendo membro da seleção brasileira. Vive mais do passado do que do presente. Tem apenas 1 gol no Brasileirão, e demonstra queda de rendimento, após as saídas de Geuvânio e mais recentemente Gabigol.

Ricardo Saibun - Santos FC

Ricardo Saibun – Santos FC

 

A vontade de jogar na Europa e faturar mais também parece mexer com o atleta, que vê Vitor Bueno surgir como grande destaque do Santos, com 10 gols marcados e muito dinamismo em campo.

Cássio

Herói do Corinthians nos títulos da Libertadores e do Mundial, Cássio vive seu pior momento desde 2012, e amarga a reserva de Walter no Brasileirão.

Miller Bolaños

Chegou a peso de ouro no Grêmio, e ainda não vingou. As lesões atrapalharam é verdade, mas hoje é reserva em um time que costuma jogar com 5 no meio campo e apenas Luan no ataque.

Marquinho

Após boa passagem pelo Fluminense e experiência de anos na Europa, Marquinho voltou, mas não foi o mesmo de antes. É um reserva que costuma nem entrar dependendo do jogo.

Rafael Sóbis

Destaque do Tigres na Libertadores 2015, Rafael Sóbis ressurgiu no futebol, mas, pelo menos no Cruzeiro, viveu de algumas boas partidas no início, e agora pouco colabora com a equipe de Mano Menezes.