“SeleFogo”: Relembre como foi a passagem de Carlos Alberto Torres pelo Botafogo

Carlos Alberto Torres faleceu nesta terça-feira (25), vítima de um infarto fulminante. A notícia de sua morte pegou toda a imprensa, os torcedores brasileiros e os clubes de surpresa.

Bruno Barbato
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução Facebook Botafogo

LEIA MAIS

RELEMBRE A CARREIRA DE CARLOS ALBERTO TORRES NO SANTOS

Ídolo de Santos e Fluminense, o Capita vestiu o manto sagrado do Botafogo no início da década de 70, mais precisamente em 1971, quando veio de empréstimo do Santos.

No Glorioso permaneceu por apenas 3 meses, mas o suficiente para entrar na história. Naquele ano, o Botafogo formou uma verdadeira seleção, que foi apelidada de “SeleFogo”.

Além de Carlos Alberto, o time contava com grandes craques como Jairzinho, Brito, Paulo César Lima, Ubirajara Mota e Paulo Henrique.

Na ocasião, o Botafogo liderou praticamente de ponta a ponta o Campeonato Carioca, perdendo o título justamente no último jogo, contra o Fluminense, de Félix, Marco Antonio e Lula, que acabou ficando com a taça, após um polêmico gol no fim do jogo.

Posteriormente, o Capita retornou ao Santos, e seguiria por ali por mais alguns anos, até se transferir para o Fluminense e Flamengo, e encerrar a carreira nos Estados Unidos.