Campanha em respeito a Chapecoense mobiliza redes sociais

Rumo ao primeiro jogo da decisão da Copa Sul Americana, a delegação da Chapecoense sofre um acidente de avião, na madrugada desta terça-feira. Entre as 81 pessoas a bordo, houve apenas 6 sobreviventes.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Reprodução

Hoje o mundo acordou em um luto. A mente ainda não acompanha a realidade dos acontecimentos. É impossível escrever com facilidade sem sentir um nó dentro do peito.
Em um desastre dessa proporção, é um milagre que tenham havido sobreviventes e em meio a tudo, fico feliz por quem teve uma nova chance de viver.
Nas redes sociais as pessoas não cansam de mostrar sua mobilização com o ocorrido. São sentimentos e palavras que transpõem times, classes sociais e países.

Sendo por todo esse enorme respeito e pesar com as famílias que perderam seus entes no acidente, foi lançada uma campanha nas redes sociais intitulada como, “Campanha contra o Vilipêndio de Cadáveres”, isto é, nada mais do que um pedido para que não haja o compartilhamento/envio de imagens ou vídeos das vítimas que não sobreviveram a essa fatalidade.
A questão é segurar a curiosidade sobre o que aconteceu e se ateie apenas ao que está sendo divulgado de fontes seguras, por respeito não somente aos jogadores da Chapecoense e demais passageiros, mas com as famílias.

Como nota pessoal, escrevo esse texto com um pesar enorme no coração, além de muito respeito. Respeito por todos que não estão mais entre nós e por todas as famílias que estão sentindo uma dor inimaginável.
Só posso desejar os meus mais sinceros sentimentos.
Hoje não importa o seu time de coração, somos todos Chapecoense.
Hoje o futebol perdeu grandes jogadores.

#forçaChape

Quem chega e quem sai dos clubes?