Futebol Paulista

SANTOS F7 BATE VASCO DA GAMA EM SHOOT-OUT E CHEGA À FINAL INÉDITA DO BRASILEIRO DE FUT7 EM 2016.

Publicado às

Formado em Comunicação Social - Jornalismo Formado em Locução Esportiva - Radio Web Conectados Colaborador do Torcedores.com Colaborador do Jornal - Folha de Parelheiros

Crédito: Leandrinho atleta do Santos FC F7, destaque do peixe na semifinal contra o Vasco da Gama. ( Foto: Tercio Nurnberg / Torcedores.com)

A supremacia do Vasco da Gama não foi confirmada na tarde da última terça-feira nas semifinais do Circuito Brasileiro de Fut7, disputado em São Paulo, no Bairro da Barra Funda no complexo esportivo Arena Nacional Fut7. A equipe do Santos, do craque Leandrinho (ex seleção brasileira de futsal), eliminou o Vasco da Gama (RJ) nos shoot-out, após empate por 2 a 2 no tempo normal, e enfrentará a equipe do Figueirense de Santa Catarina, o Figueira bateu o favorito São Paulo, também por shoot-out.

O Santos FC F7 vai a final do Brasileiro de Fut7 contra o Figueirense no dia 17 de Dezembro em local a ser definido pela Liga F7 Brasil.

A equipe Santista antes da Final Nacional jogará a decisão do Paulistão Fut7 contra o São Paulo em outro clássico paulista o San-São de Fut7.

O jogo entre Santos e Vasco, uma das equipes referencias também no futebol 7, foi emocionante do início ao fim. Com diversos jogadores consagrados e campeões por onde passaram, a equipe Santista conseguiu equilibrar a partida diante do Vasco, que também conta com craques brasileiros e Wruck (atleta já apontado como melhor jogador mundial dessa modalidade).

O Santos saiu na frente com um lance que contou com a sorte também: Leandrinho recebeu bola na intermediaria ofensiva pelo lado esquerdo, dominou e finalizou em gol a bola desviou no defensor do Vasco da gama e enganou o goleiro que não pode fazer nada e a bola morreu no fundo da redes, 1 a 0 isso a um minuto e trinta e três segundos de bola rolando.

Não demorou muito e o Vasco da Gama chegou ao empate em boa jogada de Juan pelo meio soltou a bola para Facão que se livrou da marcação e bateu da direita para esquerda cruzado rasteiro no segundo poste encontrou Arthur que acompanhou toda jogada e só teve o trabalho de empurrar para o fundo da rede, sem chances para Gambelli, 1 a 1.

O Gigante da Colina seguiu atacando e chegou com Wruck novamente ao ataque mas Gambelli novamente em boa fase tira o espaço e a finalização não sai como o atacante pretendia.

O Santos respondeu logo em seguida com Leandrinho, numa vacilada do sistema defensivo do Vasco, Leandro aproveitou e roubou bola na entrada da área e deu uma cavadinha tentando encobrir o goleiro Rafael do Vasco, a bola foi alto demais.

O Vasco seguiu atacando e quase chegou a virada, em saída rápida pela direita Dabá chegou primeiro na bola em lançamento de Rafael antes da bola pingar na área deu um tapa a direita do goleiro Gambelli que torceu para ela sair, a bola pegou no travessão do lado direito do gol e saiu.

O Vasco era todo ataque e Wesley em subida rápida chutou forte da intermediaria ofensiva e Gambelli defendeu colocando para escanteio. Mas o placar não sofreu alterações e o primeiro tempo terminou empatado em 1 a 1.

No retorno para segunda etapa as equipes voltaram na tentativa de não levar a decisão para o shoot-out. O jogo começou com o peixe tomando as ações e numa bela jogada de “oreia” assinalado falta próximo à área, mas na cobrança nada aconteceu.

O peixe usava muito os contra-ataque rápido, e num desses acertou com Leandrinho que passou para Boka pela direita que finalizou cruzado canto direito rasteiro do goleiro Rafael, colocando assim o Santos na frente novamente, 2 a 1.

Com o gol sofrido o Vasco avançou a marcação e pressionou o Santos o tempo todo, com pouco mais de 5 minutos para o final, o Vasco era todo ataque, até que inseriu o goleiro linha.

Gambelli trabalhou bastante, e o Santos ainda teve um contra-ataque que poderia ter liquidado a fatura, porem Calvin tirou a bola de cabeça em cima da linha, evitando assim o gol do peixe.

Quando parecia que o Santos levaria sua equipe a tão sonhada final, aos vinte e seis e trinta e cinco em jogada de escanteio Lequinho cobrou e Daniel Miranda pegou um belo chute de virada no canto esquerdo baixo de Gambelli que nada pode fazer, empate do Vasco 2 a 2.

Com isso a decisão foi para o Shoot-out e nas cobranças alternadas, Brum começou chutando para o Vasco e errou, a bola passou a direita de Gambelli no roda pé da trave direita, para fora.

Brum na cobrança de Shoot-out chuta para fora e desperdiça a chance de ir a final. (Foto: Tercio Nurnberg / Torcedores.com)
Brum na cobrança de Shoot-out. (Foto: Tercio Nurnberg / Torcedores.com)

Na cobrança do lado santista, Zoio também perdeu, o goleiro linha que permaneceu na equipe, conseguiu segurar a bola evitando o fim da partida.

Então as equipes passaram a segunda rodada cobranças alternadas e o Vasco começou chutando: Dabá camisa 8, chutou para fora na saída de Gambelli, a bola passou a esquerda no alto do goleiro e foi para fora do gol. Marquinhos que esteve ausente na derrota para o São Paulo, tinha nos pés a chance de colocar o Santos pela primeira vez em um decisão nacional da modalidade. Arbitragem autorizou e Marquinhos driblando o goleiro guardou a pelota no fundo da rede, 1 x 0 para o Santos em cima do Vasco da Gama, em decisão por shoot-out.