5 motivos para se orgulhar do time do São Paulo em 2016

São Paulo
Foto: reprodução

A temporada acabou, o São Paulo passou mais um ano em branco, mas o time não deixou de orgular a torcida dentro de campo. Quer saber o que o Tricolor fez para encher a torcida de orgulho?

O Torcedores.com analisou a temporada do São Paulo no Paulistão, Copa do Brasil, Libertadores, Brasileirão e listou cinco fatos que fez o torcedor sacudir o Morumbi.

LEIA MAIS
DIRETOR EXPLICA “DESISTÊNCIA” DO SÃO PAULO EM TRAZER FELIPE MELO, CALLERI E PRATTO
MARCO AURÉLIO DIZ QUE COLMÁN PODE REPETIR SUCESSO DE CALLERI NO SÃO PAULO
SÃO PAULO MIRA “TRÊS JOGADORES DE ALTO NÍVEL” PARA REFORÇOS ELENCO DE CENI

1 – Semifinal da Libertadores –  Com história e tradição, o São Paulo chegou às semifinais da Copa Libertadores da América de 2016. Apesar da eliminação para o Atlético Nacional, que se tornou o campeão, a equipe liderada por Bauza, Maicon e Calleri lutaram até o último minuto pela vaga e não fizeram feio.

MOTIVO DE ORGULHO: Prevaleceu a qualidade do time colombiano.

Crédito da Foto: Rubens Chiri/sãopaulofc.net
Crédito da Foto: Rubens Chiri/sãopaulofc.net

2 – Bauza treinador da Argentina
Pela segunda vez em menos de dois anos, o time são-paulino cedeu um treinador para uma seleção. Depois de Osório ir ao México, Bauza recebeu convite para treinar a Argentina e deixou o clube para realizar seu “sonho”.

MOTIVO DE ORGULHO: o São Paulo só trabalha com campeões e é uma vitrine para grandes profissionais.

Bauza
Crédito da imagem: Fernando Nunes / saopaulofc.net

3 – David Neres e Luiz Araújo – Em meio a briga para escapar do Z-4, o ex-técnico Ricardo Gomes promoveu a estreia da dupla da base são-paulina. O futebol irreverente e gols decisivos fizeram o time crescer na reta final e livraram o time do risco de rebaixamento.

MOTIVO DE ORGULHO: a dupla tem futuro promissor e 2017 deve ser recheado de títulos com Neres e Luiz voando pelas beiradas de campo.

Foto: Paulo Pinto / saopaulofc.net
Foto: Paulo Pinto / saopaulofc.net

4 – Goleada por 4 a 0 no Corinthians – Em meio a arrancada do time, David Neres, Chavéz e Cueva ajudaram a afundar o Corinthians. A pancada foi tamanha que o clube se desestabilizou após a derrotada e nem conseguiu vaga na Copa Libertadores da América.

MOTIVO DE ORGULHO: além do orgulho de ter goleado um arquirrival, devolvemos a goleada o clássico do ano passado.

Foto: Paulo Pinto / saopaulofc.net
Foto: Paulo Pinto / saopaulofc.net

5 – Teremos Rogério Ceni como técnico – iniciando a carreira de treinador, Rogério, após passar um ano no futebol europeu estudando com os principais nomes da área, dará o pontapé inicial justamente no clube que o projetou para o futebol.

MOTIVO DE ORGULHO: ter Rogério Ceni em qualquer função no Tricolor é motivo de festa.

Rogério Ceni
Crédito de imagem: Igor Amorim / saopaulofc.net


Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.