Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Na prorrogação, São José/Valesul levanta o caneco de campeão da Copa Paulista

No último domingo, 18, São José e Taubaté duelaram pelo título da Copa Paulista no jogo de volta e com direito a muita emoção no clássico do Vale do Paraíba. Em São José dos Campos, os donos da casa conseguiram vencer no tempo normal por 5 a 4 e conquistaram o título na prorrogação. 

Tamiris Dinamarco
Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Brenno Domingues

No primeiro encontro, os taubateanos venceram por 3 a 2 e precisavam apenas do empate para conquistar o torneio, mas não contavam com a raça dos joseenses até os segundos finais. Guerra, Portuga, Johnny, Wilsinho e Vandinho balançaram as redes para o São José e deram a vitória aos joseenses no tempo regulamentar. Hernandes (duas vezes), Valtinho e Andrew foram os autores dos gols taubateanos. Na prorrogação, a vantagem do empate passou a ser do São José porque a equipe fez melhor campanha no torneio.

LEIA MAIS:
NA ITÁLIA, EQUIPE DE BRASILEIRA FAZ HOMENAGEM ESPECIAL PARA A ‘CHAPE’
APÓS VAGA INÉDITA NA FINAL DA LIGA NACIONAL, TIMÃO GANHA MEME ESPECIAL
FEMALE FATURA O PENTACAMPEONATO DA TAÇA BRASIL
MERCADO FUTSAL: GADEIA É O NOVO REFORÇO DO MOVISTAR INTER

As duas equipes iniciaram o confronto na base da cautela, mas com boa troca de passes. Dona da vantagem pela vitória no primeiro jogo, a ADC Ford/Taubatpe abriu a contam com pouco mais de três minutos de bola rolando por meio de Hernandes.  Instantes depois veio o empate. Após uma verdadeira pressão joseense, Thiago Guerra deixou tudo igual Mas antes mesmo do intervalo, Hernandes marcou o segundo.

Nos primeiros movimentos da etapa final, Portuga balançou as redes a favor do time da casa. Faltando 15 minutos do final da partida, a ADC Ford/Taubaté fez mais um, agora com Valtinho. O duelo era ‘lá e cá’ e momentos depois, Johnny marcou o terceiro para São José. No minuto seguinte, foi a vez de Andrew anotar para os visitantes.  Antes de ‘zerar’ o relógio, Wilsinho e Vandinho ampliaram para os joseenses. O gol anotado por Wandinho contou com um desvio de Lucas, mas a arbitragem validou o gol para o atleta do São José/Valesul.

O placar do tempo normal levou a decisão para a prorrogação, na qual o São José recuperou a vantagem do empate por ter a melhor campanha no decorrer da competição. Bem postada defensivamente, a equipe comandada por Lucas Chioro soube administrar o resultado, sem sofrer gols. A partir de então, foi só aguardar o apito final e comemorar o primeiro título de sua história na Copa Paulista.

Com esta conquista, o técnico Lucas Chioro passa a ser o mais vitorioso da competição. Além do título deste domingo, Chioro também faturou a Copa Paulista em 2013 quando comandada o São Caetano Futsal. Naquela oportunidade, os atletas Portuga, Rafael (goleiro) o e o preparador de goleiros, Brás, integravam o elenco são-caetanense. Guerra, Ferrugem e Felipinho também foram campeões da Copa Paulista, mas pelo Suzano/Penalty.

Informações/ Foto: Brenno Domingues