Além de D’Ale, mais 10 jogadores voltarão de empréstimo para o Inter

Inter
Reproducao / Internacional

A reformulação do Internacional para o ano de 2017 promete ser grande. Com o rebaixamento para a Série B, o clube deve mudar boa parte de seu elenco. E em relação ao elenco, talvez, a nova diretoria não precisará ir atrás apenas  de jogadores que estão em outros clubes. O Colorado tem uma dezena de jogadores emprestados que podem voltar ao Beira-Rio.

D’Alessandro voltou ao Inter e além dele mais 10 atletas estavam emprestados neste ano de 2016 e voltarão para o clube. Praticamente todas as posições terão retornos.

Leia mais: Lisca prevê dificuldades para o Inter na Série B

O novo diretor de futebol do Colorado, Roberto Melo, afirmou ao GloboEsporte.com que todos os jogadores que retornarão vão ser avaliados pela nova comissão técnica.

Confira os jogadores que voltarão ao Colorado após serem emprestados:

Goleiro: Muriel

O jogador esteve emprestado ao Bahia e disputou a Série B do Campeonato Brasileiro. Chegou como moeda de troca com Marcelo Lomba. O Inter dificilmente ficará com o jogador e quer negocia-lo com o clube baiano.

Lateral direito: Cláudio Winck

Claudio esteve emprestado à Chapecoense, mas não teve oportunidades no clube catarinense. Tem contrato com o Inter até 2018 e pode voltar ao Colorado.

Zagueiro: Thales

Thales esteve emprestado ao Atlético neste ano, mas não se firmou na equipe do Centro-Oeste. Esteve na campanha do título da Série B e pode agregar ao elenco colorado.

Volantes: Berlotto e Silva

Silva esteve emprestado ao Dragão, também. Pouco jogou na equipe, mas pode permanecer no Atlético para a 2017. Já Berloto  tem contrato até o final do ano que vem e pode ter a sua última chance no Internacional. Esteve no Joinville.

Atacantes: Mike, Rivaldinho, Cassiano, Bruno Baio e Maurides

O setor do ataque é o que mais jogadores tem para retornar. Bruno Baio esteve no Criciúma, mas pouco jogou e fez três gols na Série B. Maurides esteve na Série A com o Figueirense e entrou em campo por menos tempo que Baio, apenas sete vezes. Cassiano esteve do time do Goiás na disputa da Série B e chegou a marcar dois gols nos seus 20 jogos. Rivaldinho, filho de Rivaldo, esteve no Paysandu e fez um gol nos seus oito jogos com a camisa do Papão. Mike jogou no Oeste e fez um gol ons 16 jogos que participou na segunda divisão



Jornalista formado pela FIAM-FAAM. Setorista do Internacional e do Fluminense no Torcedores.com. Também escreve sobre o Palmeiras no site. Contato: mohamed.nassif12@hotmail.com