Diretor explica situação de Calleri e revela que atacante quer voltar ao São Paulo

São Paulo
Crédito de imagem: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Sem espaço no West Ham, da Inglaterra, o nome de Jonathan Calleri passou a ser especulado no São Paulo após grande primeiro semestre de 2016 no clube. Informações de que o jogador estaria tentando se desvincular do clube inglês para tentar retornar ao Morumbi tomam as redes sociais durante a janela de transferência e Marco Aurélio Cunha tratou de explicar qual é a verdade dos fatos.

O diretor-executivo de futebol aproveitou a participação no Fox Sports Rádio, dos canais Fox Sports, para relatar toda a história que envolve o atleta e dizer que “não é só ligar para o West Ham para liberá-lo”.

LEIA MAIS
DIRETOR EXPLICA “DESISTÊNCIA” DO SÃO PAULO EM TRAZER FELIPE MELO E PRATTO
MARCO AURÉLIO DIZ QUE COLMÁN PODE REPETIR SUCESSO DE CALLERI NO SÃO PAULO
SÃO PAULO MIRA “TRÊS JOGADORES DE ALTO NÍVEL” PARA REFORÇOS ELENCO DE CENI

“Eu falo com ele volta e meia. O Calleri faz parte de um projeto, que é um grupo financeiro que administra essa conta. É grupo forte da Europa. Eles o colocaram no São Paulo com perspectiva de ir para à Europa. Foi o que aconteceu, ele para o West Ham. Lá, não tá dando certo por qualquer razão. Jogou no time sub-23 e diz que adoraria voltar, só quem tem que definir são os investidores, os donos do negócio”, explica MAC, que se refere ao Deportivo Maldonado, time de investidores, que o emprestou ao clube inglês na expectativa de vendê-lo a um bom preço posteriormente.

“Os caras não querem liberar em hipótese alguma [para o Brasil] porque tem um projeto europeu de recuperar o que foi gasto, e acha que se sair antes queima o nome dele. É uma posição lógica de quem gastou com ele”, acrescentou.

Marco Aurélio Cunha, que já declarou que não irá permanecer no Tricolor em 2017, avisa que a única forma de tentar o retorno do atacante argentino é aguardar o fim do contrato de empréstimo com o time inglês. “No final de maio, o contrato acaba e ele vai estar de novo no mercado. O pessoal precisa entender que ele não é do West Ham, é sim desse fundo”, acrescentou.

Em 2016, Calleri disputou 31 jogos pelo São Paulo, marcou 16 gols e faturou o título de artilheiro da Copa Libertadores com nove gols. No West Ham, o argentino atuou em nove jogos,  não balançou as redes.



Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.