Torcedores – Notícias Esportivas

Em um ano, Atlético-MG ganha 20 mil sócios torcedores e encosta no Cruzeiro

Em 2016, a torcida do Atlético-MG deu exemplo para os torcedores de outro times, o Galo foi um dos clubes que mais arrecadaram sócios no ano. No final de 2015, o alvinegro mineiro ocupava a nona colocação do ranking com 48.025 sócios bem distante do rival Cruzeiro e hoje ocupa a oitava colocação com apenas aproximadamente 8 mil sócios.

Eduardo Suguiyama
Eduardo Suguiyama é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado).

Crédito: Bruno Cantini/Atlético MG

Se dentro de campo o ano não foi bom para o Atlético-MG, fora de campo a sua fanática torcida mostrou que segue firme apoiando o time e conseguiu angariar em um ano cerca de 20 mil torcedores para o programa de sócio torcedor, um dos principais motivos para a grande adesão foi a participação do clube na Copa Libertadores da América, fato que acontece também em 2017.

Por outro lado, o Cruzeiro também cresceu em números, porém, em uma proporção bem menor, a Raposa tinha 73.028 sócios, hoje tem 78.027, ou seja, houve um crescimento de aproximadamente 5 mil sócios. Além de encostrar no Cruzeiro, atual sexto colocado, o Atlético-MG também se aproximou do Flamengo.

No ano, o Galo foi a terceira equipe que mais ganhou sócios, ficando atrás apenas do São Paulo e do Grêmio.

Veja como era o ranking em 2015:

1 – Corinthians (135.166 sócios)
2 – Palmeiras (126.903 sócios)
3 – Internacional (112.756 sócios)
4 – Grêmio (88.714 sócios)
5 – São Paulo (80.388 sócios)
6 – Cruzeiro (73.028 sócios)
7 – Flamengo (64.929 sócios)
8 – Santos (61.759 sócios)
9 – Atlético-MG (48.025 sócios)
10 – Sport (41.829 sócios)

Veja como está em 2016:

1 – Corinthians (133.622 sócios)
2 – Palmeiras (126.728 sócios)
3 – Grêmio (113.191 sócios)
4 – Internacional (112.756 sócios)
5 – São Paulo (111.361 sócios)
6 – Cruzeiro (78.027 sócios)
7 – Flamengo (75.541 sócios)
8 – Atlético-MG (70.809 sócios)
9 – Santos (65.096 sócios)
10 – Sport (43.990 sócios)