Gabriel retorna de viagem e deve retomar conversas por renovação com o Palmeiras

Foto: César Greco / Ag. Palmeiras

O volante Gabriel chega ao Brasil neste sábado após um período de férias nos Estados Unidos. O jogador deve se reunir com a diretoria do Palmeiras na próxima semana para retomar as conversas para tratar a renovação de contrato com o Verdão.

Em entrevista recente ao Lance, o jogador disse que a negociação com o Palmeiras está caminhando e que pretende ficar no clube para ser campeão Mundial. “A renovação está caminhando bem. A gente está conversando, ainda não sabemos o que vai ser, mas já tem o início de uma conversa e acredito que dentro de alguns dias, algumas semanas, já vai estar definido. Eu preciso definir meu futuro, o Palmeiras também precisa saber, mas acredito que pode se desenrolar de uma maneira boa para os dois lados. Estou muito feliz no clube, muito identificado, em dois anos já ganhei dois títulos expressivos. Então, se eu ficar, quero ganhar mais títulos e entrar na história do clube”.

LEIA MAIS:
Palmeiras aguarda rescisão com o São Paulo para avançar negociações com Michel Bastos
Palmeiras negocia com Valdivia e irrita dirigentes do Internacional

Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

Apesar do desejo de permanecer no Palmeiras, o volante também não descartou a possibilidade de jogar por outro clube no Brasil. “Chance de transferência sempre tem, né? Até porque ainda não está nada definido, não assinei nada. A chance não é descartada, mas desejo ficar. Eu me identifico com o clube, gosto do clube e todo mundo ali dentro gosta de mim, acredito que a torcida também, o que é muito importante. A chance claro que existe, porque jogador de futebol muitas vezes tem o futuro incerto, mas quero desenrolar logo essa situação e fazer o melhor para ambas as partes.”

Gabriel possui contrato de empréstimo com o Palmeiras até o dia 31 de dezembro. O volante tem seus direitos econômicos vinculados ao Monte Azul.

A cláusula de compra de 100% dos direitos econômicos do jogador estava estipulada em R$ 14 milhões, mas o Palmeiras deve pagar apenas R$ 5 milhões para mantê-lo no elenco em 2017.