Mesmo com inúmeras lesões no ano, Ricardo Oliveira continuou sendo decisivo

Santos
Crédito da foto: Reprodução Facebook oficial do Ricardo Oliveira

A temporada de Ricardo Oliveira foi de grandes dificuldades, primeiro teve a oferta maravilhosa para jogar no futebol chinês, que Modesto Roma rejeitou e com certeza o chateou, depois várias lesões no ano, mas no fim recuperou seu futebol sendo decisivo para o Santos.

No Paulistão, Ricardo teve altos e baixos, porém na final fez a diferença marcando o gol do título, depois teve uma lesão complicada, com isso só estreou no Brasileirão, na 15ª rodada, contra a Ponte Preta, na Vila Belmiro, mesmo assim terminou o Campeonato Brasileiro, como artilheiro do time fazendo 11 gols.

LEIA MAIS:

SOU UM MILAGRE E ESTOU AQUI”, AFIRMA ALAN RUSCHEL

E os gols de Ricardo Oliveira foram completamente decisivo: gol como contra o Fluminense, que garantiu a vitória santista, ele que empatou o jogo com a Ponte Preta, em seguida o Peixe viraria o jogo, no empate com o Cruzeiro no Mineirão, os dois gols da equipe de Vila Belmiro, foi dele, contra o América-MG, na última rodada, também deixou sua marca.

Sem falar que o camisa 9 do Santos, é capitão e líder do elenco, um exemplo para todos na baixada santista. Para quem achou que seu futebol iria cair, após a recusa de Modesto Roma em vende-lo, está ai a prova cabal que ele manteve o ritmo e só não foi artilheiro do Brasileirão, por causa das lesões.



Apaixonado pelo futebol que é a melhor invenção do homem, atualmente setorista do Santos e Futebol Feminino pelo Torcedores.com