Morre torcedor gremista que emocionou por realizar sonho de levar filho à Arena

sonho
Foto: Reprodução/Facebook

A bonita história do torcedor gremista Ederson Alberto Teixeira Dornelles, o Edinho, ganhou um ponto final neste domingo. Vítima de câncer, ele morreu nesta manhã e será enterrado às 10h30 de segunda-feira, no cemitério Jardim da Paz, em Porto Alegre. O ex-dançarino batalhava contra um câncer, que já havia se espalhado para os pulmões e o fígado. Como alento, Edinho não partiu sem antes ter realizado um grande sonho.

Para manter o “gremismo” vivo em sua família, Edinho fez o que estava ao seu alcance para garantir entradas para a final da Copa do Brasil contra o Atlético-MG, no último dia 7. Os sócios do clube agiram rápido e esgotaram os ingressos. Foi então que surgiu a compaixão do próprio clube, que garantiu duas entradas: uma para Ederson e outra para o seu filho Pedrinho, cujo grande sonho do pai era apresentá-lo ao amor pelo Grêmio.

LEIA MAIS:

Pesquisa indica que torcida do Grêmio segue maior que a do Inter

Para Bolzan, Grêmio só fará contratações “expressivas” se vender alguém

Grêmio veta liberação de dois jogadores para a Chapecoense

Mercado da Bola: Inter tem um trunfo para concretizar vinda de Taison

“Agora é a minha vez. Quero passar ao meu filho o mesmo sentimento que minha mãe me deu”, resumiu Edinho, em entrevista à Zero Hora dias antes do jogo.

No ano passado, o ex-dançarino recebeu o triste prognóstico dos médicos. Em decorrência do rápido avanço do câncer no intestino, dificilmente veria o seu filho Pedro completar um ano. Apegado à fé, Edinho lutou o quanto foi possível e conseguiu o maior dos seus sonhos ainda em vida: levar o menino para assistir o Grêmio ser campeão da Copa do Brasil.

A quimioterapia e os tratamentos costumeiros para casos como o de Edinho não resolveram o quadro clínico, que piorou com o passar do tempo. Debilitado e dependente de um tubo de oxigênio, ele foi bravo e conseguiu realizar o desejo de apresentar a Arena ao filho. Se o Grêmio mantiver a bravura de Ederson para a temporada de 2017, certamente mais títulos virão por aí.

Em uma rede social, o grande torcedor gremista assim descreveu o momento com o filho:

Resumo da Aventura: foi maravilhoso, a estrutura do Estádio está no mesmo nível do Estádio da China, onde assisti o Brasil ser medalha de bronze nas Olimpíadas da China. Aero (sic) mesmo, estacionamos no Estádio, pegamos o elevador e já estávamos bem instalados. Vista fantástica, seguro e tranquilo para mim e para o Pedro Henrique, que aliás, foi o que mais aproveitou. Sério mesmo, não parou um segundo, adorou e aguentou até o fim. Foi uma incrível de uma experiência, apesar da sensação de coito interrompido, pois pra evitar o engarrafamento da saída, saímos 5 minutos antes do fim, no instante em que acontece tudo do jogo, incluindo os gols… afff Mas valeu igual, só tenho muito a agradecer a Bel e a Camila e a equipe RBS pelos ingressos, ao dindo Rafa por nos acompanhar, e todos que estão nos auxiliando e ajudando a aproveitar tanto a vida mesmo em meio a tantas dificuldades. Sem palavras por tanto amor ¿ BOA NOITE A TODOS. Amanhã reinternarei na Santa Casa, mas provavelmente será por um período rápido, será para ajustar e definir novas medicações e definições de tratamento para este novo período que se inicia. Semana que vem, espero já estar de volta com mais força. Porque a esperança é uma mudinha delicada que devemos alimentar todos os dias. Bjos a todos e parem de encher o grupo com besteiras de futebol rsrsrs

 

 

 



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Fã de esportes, sobretudo tênis. Colorado por paixão, jornalista por vocação e tenista por opção.