Nobre diz que rusga com WTorre chegou a ponto de ser barrado no Allianz; veja detalhes

Desde a inauguração do Allianz Parque, em novembro de 2014, o Palmeiras percebeu que tinha encontrado uma nova forma de renda. A moderna arena, erguida sob os escombros do antigo Palestra Itália, atraiu muito o público palmeirense e, assim, o clube continuou seu processo de renascimento, isso após os empréstimos do presidente Paulo Nobre para sanar as dívidas.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Crédito da foto: Divulgação/ Cesar Greco/ Ag. Palmeiras

Só que a convivência diária de Palmeiras e WTorre, empresa que construiu o estádio e tem poder para cuidar da manutenção nos dias de não jogos até 2044, não foi fácil. Em pouco mais de dois anos de “vida”, o Allianz Parque viu a relação entre Paulo Nobre e WTorre ficar bastante arranhada, e por diversos motivos.

LEIA TAMBÉM:
Nobre destaca que Mattos intimida rivais no mercado: “É difícil dizer não para ele”

Foram a polêmica das cadeiras, camarotes Avanti, câmeras no stand pessoal de Nobre por parte da construtora, e, é claro, as más condições do gramado da arena por causa da agenda cheia de shows. Só em 2016, o estádio do Palmeiras foi palco de espetáculos como Guns ´N Roses, Aerosmith, Coldplay, Katy Perry, Andrea Bocelli, entre outras bandas e cantores nacionais e internacionais.

Com tantos compromissos no campo de jogo, o estado da grama em dias de jogos do Verdão era péssimo, o que irritou muito o presidente Paulo Nobre, o dirigente Alexandre Mattos, o técnico Cuca e jogadores. Exatamente na reta final do Campeonato Brasileiro, em que o Palmeiras se sagrou campeão, o gramado deixou a desejar e quase pôs tudo a perder.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Em entrevista ao UOL Esporte, Paulo Nobre deu um exemplo de como a relação com os donos da WTorre era complicada. O mandatário alviverde citou o exemplo do concerto da cantora norte-americana Katy Perry, em setembro de 2015.

“Ultimamente a gente rezava muito! O que adianta? A gente notifica eles (WTorre)…o que a gente tem de notificação com eles é uma coisa tão absurda, tão gigantesca! Depois do show da Katy Perry, fui eu e o Alexandre Mattos ver como estava sendo a retirada das placas para ver o estado do gramado. Fomos barrados”, revelou Nobre.

De tantos problemas de relacionamento com a construtora, Nobre chegou a cogitar a possibilidade de comprar o estádio, porém só se a empresa aceitar. Nessa hipótese, o presidente contaria com a ajuda de investidores e parceiros para adquirir o Allianz Parque.