Palmeiras sobra no mercado da bola e rivais passam dificuldades

Palmeiras
Foto: César Greco / Palmeiras / Divulgação

O Palmeiras está focado no mercado da bola na busca de reforços que possam fazer a diferença na temporada 2017, assim como todos os demais clubes do futebol brasileiro, contudo, ao contrário dos rivais, o Verdão é um dos poucos que tem condições de fazer contratações de alto nível.

Com um ano excepcional dentro e fora de campo, o Alviverde não só conseguiu montar uma base forte este ano, como também vai mantê-la no ano que vem e, por isso, precisará de poucos nomes para se tornar ainda mais forte na próxima temporada. Neste cenário, o Palmeiras realmente está diferente de Corinthians, São Paulo e Santos.

LEIA MAIS:
ALÉM DE LEILA, MARIDO TAMBÉM PODE SER CANDIDATO NO PALMEIRAS; ENTENDA
SOBREVIVENTE EM TRAGÉDIA DA CHAPE, RUSCHEL AGRADECE HOMENAGEM
VEJA O QUE OS JOGADORES DO PALMEIRAS DEVEM FAZER NAS FÉRIAS
3 MOTIVOS QUE PODEM EXPLICAR O SUCESSO DO PALMEIRAS EM 2016
5 DRIBLES INCRÍVEIS DO PALMEIRAS NO BRASILEIRÃO

Os outros três grandes do estado de São Paulo precisam reforçar o seu elenco para 2017. Enquanto os dois primeiros da capital não disputarão a Libertadores do ano que vem e precisam mesmo trazer nomes para o time o titular, o Peixe, que participará da principal competição de futebol da América do Sul, precisa de nomes pontuais para o ano que vem.

Até agora, o Santos foi um clube que se aproximou do Palmeiras no quesito contratação, ao trazer o zagueiro Cleber, ex-Hamburgo, da Alemanha, o lateral Matheus Ribeiro, ex-Atlético-GO, e o atacante Vladimir Hernandez, ex-Junior Barranquilla, da Colômbia.

Entretanto, Corinthians e São Paulo a principal ideia é se reestruturar para poder fazer novas contratações, como acontecia em tempos não tão longe. Com limites financeiros muito curtos, a ideia é fazer contratações certas. O Tricolor, por exemplo, conseguiu acertar acordo com Neilton e Wellington Nem, enquanto o Timão terá o retorno de Jô no ano que vem.

Na contramão deles, o Verdão é o único que pode fazer grandes contratações e o clube mira nomes como Felipe Mello, da Inter de Milão, da Itália, Michel Bastos, do São Paulo, e do Borja, do Atlético Nacional, da Colômbia.

Crédito da Foto: Divulgação/Palmeiras