Perspectiva 2017: o que esperar do São Paulo?

Mercado da Bola
Crédito da foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Depois de um ano de 2016 conturbado, o São Paulo já se prepara para buscar voos mais altos. Com um novo técnico e três reforços anunciados até o momento, veja o que se pode esperar do Tricolor em 2017.

Rogério Ceni, o técnico
Um dos destaques do São Paulo em 2017 estará fora das quatro linhas. Rogério Ceni retorna ao Tricolor um ano após a sua aposentadoria como jogador e tem como objetivo mínimo a classificação para a Libertadores de 2018.

LEIA MAIS:
KAKÁ ADIA VOLTA AO TRICOLOR E CONTINUA NO ORLANDO CITY EM 2017

Se há muita curiosidade para saber como Rogério Ceni irá desempenhar como treinador, pode-se esperar que o antigo goleiro exerça a mesma influência de sempre, tanto no vestiário quanto nos bastidores. Rogério Ceni sempre foi o líder do elenco e deverá seguir sendo. Apesar de ser o seu primeiro cargo como técnico profissional, a sua experiência poderá ser útil, principalmente aos mais jovens. Nos bastidores, o nome do ex-camisa 01 tem bastante peso e pode ser mais um ponto a ser considerado em negociações.

Competições
O primeiro desafio será o Campeonato Paulista, competição que o São Paulo não vence desde 2005. Uma conquista após 12 anos seria o começo ideal para o Tricolor em 2017, mas há que levar em consideração o desempenho do time na Copa do Brasil, Copa Sul-Americana e Brasileirão. Uma vitória em qualquer uma das frentes encerraria um jejum de cinco anos sem títulos.

Entradas e saídas
O São Paulo já começou os preparativos para a próxima temporada. O atacante Wellington Nem foi o primeiro reforço a ser anunciado e seguiram-se o goleiro Sidão e o atacante Neilton. Especula-se que o São Paulo esteja interessado em mais um atacante, que poderia substituir Chavez caso o argentino não permaneça no Morumbi. Colmán, do Nacional-PAR, era um dos alvos, mas o negócio não foi adiante.

Neilton São Paulo
Neilton é o mais novo reforço do São Paulo – Crédito da Foto: Érico Leonan / saopaulofc.net

Rodrigo Caio foi um dos destaques de 2016, aliando boas exibições pelo São Paulo. e pela Seleção Brasileira, na qual conquistou a medalha de ouro olímpica na Rio 2016. Com estes fatores, não será estranho que algum clube europeu tente a sua contratação. Com o crescimento do mercado chinês e as janelas de transferências de inverno e verão na Europa, é difícil prever como ficará o elencom mas segurar peças importantes como Rodrigo Caio, Thiago Mendes e Cueva será essencial para o sucesso do time.

Por outro lado, a saída de alguns jogadores também já teve início. Hudson foi o primeiro e Kelvin retornará ao Porto, enquanto Michel Bastos e Carlinhos também não devem seguir no São Paulo.

Time e provável escalação
Das contratações confirmadas até o momento, apenas a de Sidão indica uma mudança definitiva no time, uma vez que o goleiro deve ser o titular da meta, relegando Denis para o banco de reservas. Quanto às outras duas, vai depender do esquema tático usado, mas é possível imaginar um trio de ataque com Neilton e Wellington Nem pelas pontas e Chávez ou outro atacante mais centralizado.

Apesar de um 2016 com desempenhos abaixo da média, há pontos positivos a serem considerados para 2017. David Neres e Luiz Araújo entraram no time principal vindos da base e mostraram potencial. Thiago Mendes e Cueva foram dois dos melhores jogadores do São Paulo ao longo do ano, enquanto a dupla Rodrigo Caio e Maicon tem tudo para se tornar ainda mais consistente.

Com o provável regresso de Mena ao Cruzeiro e com a ida de Hudson para o time mineiro, o São Paulo fica com pelo menos duas posições teoricamente indefinidas: a lateral-esquerda e a de volante. Com isso em mente e com apenas os jogadores disponíveis à altura desta publicação, pode-se imaginar a seguinte escalação:

Crédito da foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net