Piores momentos do Santos em 2016

Foto: Ivan Storti/Santos FC
Foto: Ivan Storti/Santos FC

O Santos começou o ano de 2016 chegando à final do Campeonato Paulista, pelo oitavo ano seguido, e vencendo o torneio. Um belo início de temporada! Porém, para os torcedores santistas, o ano poderia ter sido melhor, com mais títulos e comemorações. A conquista do Paulistão veio acompanhada de algumas frustrações.

LEIA MAIS: 8 jogadores que deixaram a torcida do Santos feliz em 2016

1 – Venda de Geuvânio e Gabigol

Foto: Reprodução/ Facebook - Gabigol foi vendido à Internazionale, mas pouco usado até agora.
Foto: Reprodução/ Facebook – Gabigol foi vendido à Internazionale, mas pouco usado até agora.

Em 2015, o Peixe venceu o Campeonato Paulista, e Geuvânio foi eleito a revelação do torneio. Fazendo uma boa temporada pelo Santos, chegando na final da Copa do Brasil, logo surgiram as propostas. No início do ano, o Tianjin Quanjin pagou R$ 48 milhões no jogador, mas o time ainda não encontrou um substituo à altura. Como se não bastasse, na janela de transferências do meio do ano, o alvinegro vendeu Gabigol à Internazionale, perdendo mais uma joia de referência no ataque; o jovem é pouco aproveitado na Itália.

 

2 – Eliminação na Copa do Brasil

Assim como no ano passado, o Santos era um dos favoritos à conquista da Copa do Brasil. Nas quartas-de-final, o Peixe recebeu o Internacional, que estava mal no Brasileiro, e venceu por 2 a 1. Portanto, um empate bastava para classificar o time da baixada para a semifinal, o que animou os torcedores. Entretanto, o jogo no Beira-Rio foi um pesadelo para os santistas: o Internacional venceu por 2 a 0, eliminando o Santos.

 

3 – Perda de jogadores para a Seleção

Foto: Reprodução/ Flickr Santos FC
Foto: Reprodução/ Flickr Santos FC

Ultimamente, no futebol brasileiro, muitos torcedores não se importam com a Seleção, preferindo a eliminação para que os jogadores de seu time voltem a atuar pelo clube. Tradicionalmente, o Santos cede muitos jogadores para a Seleção, mas este ano, perdeu muitos e se prejudicou. Perdeu jogadores para a Seleção Olímpica e Principal, chegando a ficar boa parte do Campeonato Brasileiro sem alguns deles e chegando a ficar sem cinco de seus principais: Zeca, Thiago Maia, Gabriel, Ricardo Oliveira e Lucas Lima; Gustavo Henrique, machucado, também estava fora. Sem dúvida, atrapalhou o rendimento do clube na liga nacional.

 

4 – Péssimo rendimento contra a parte baixa da tabela no Brasileirão

Ao total, o time perdeu 20 pontos ao longo do Brasileirão contra times da parte baixa da tabela. Para se ter noção do quanto isso representa, o Palmeiras ganhou o torneio com 80 pontos, e o Peixe terminou em 2°, com 71 pontos. Foram nove pontos de diferença. Ou seja, metade do que foi perdido contra as equipes que lutavam contra o rebaixamento seria suficiente para dar o título ao Santos.

 

5 – Vice-campeão Brasileiro

Foto: Ricardo Stucket/ CBF - Palmeiras comemora a conquista do Brasileirão 2016
Foto: Ricardo Stucket/ CBF – Palmeiras comemora a conquista do Brasileirão 2016

Terminar em 2° não é ruim, dependendo da ocasião, apenas quando a chance de ser o 1° era grande. O Campeão foi o Palmeiras, e perder título para um rival é horrível. Para piorar para os santistas, o Alviverde conquistou seu 9° título brasileiro, passando o próprio Santos e se tornando o primeiro Eneacampeão Brasileiro. O Santos ter sido vice e o Palmeiras campeão é muito pior quando se lembra que ano passado, na Copa do Brasil, a situação foi a mesma: Palmeiras em 1° e Santos em 2°. O Peixe perdeu os dois últimos grandes títulos para o rival da capital.