Pottker aguarda Corinthians e elege os zagueiros mais chatos do futebol brasileiro

Artilheiro do Brasileirão, William Pottker está de férias. O atacante da Ponte Preta é especulado em clubes como Corinthians e Botafogo.

Bia Palumbo
Colaboradora do Torcedores.com.

Crédito: Crédito da foto: PontePress/PauloLeoni

“O Kannemann foi um carrapato no jogo da Ponte contra o Grêmio, apesar de ter feito gol e dado assistência ele foi um cara muito chato. Tem um do Palmeiras também, o Victor Hugo. Ele é um grande zagueiro, me incomodou muito. Não ganhava uma bola de cabeça dele e meus companheiros estavam me cobrando”, revelou William Pottker durante entrevista exclusiva ao Torcedores.com no Rio de Janeiro.

A Ponte Preta declarou que conta com o atleta para 2017. No entanto, o staff do jogador pensa diferente. O empresário Fernando Garcia acredita que é a hora do atacante mudar de ares. “O Pottker está em um momento muito bom, e a Ponte sabe que ele precisa ir para uma situação melhor. Chegou a hora dele sair”, afirmou ele ao “Estado”.

Apesar de não haver uma proposta formal, o Corinthians estuda envolver jogadores no negócio. O relacionamento entre os clubes é bom – o volante Maycon, que pertence ao alvinegro do Parque São Jorge, disputou o Brasileirão pelo time de Campinas.

Experiência internacional

Pottker marcou 14 gols no Brasileirão e terminou entre os principais goleadores do campeonato, ao lado de Fred, do Atlético-MG, e Diego Souza, do Sport.

O atacante da Ponte Preta formava dupla de ataque com Roger, negociado com o Botafogo. O alvinegro chegou a procurar Pottker antes do Brasileirão, mas a negociação não evoluiu. O futuro dele é incerto.

Nascido em Santa Catarina e revelado pelo Figueirense, Pottker está com 22 anos mas já jogou na Armênia, em Portugal e no Japão, além de equipes paulistas como Red Bull Brasil e Linense.